Prefeito de Centenário se reúne com DAER na busca pelo asfaltamento da ERS 477

Nesta segunda-feira (17), uma comitiva formada por lideranças de Centenário e Carlos Gomes se reuniram com a direção do DAER para pleitear acesso asfáltico

Na manhã desta segunda-feira (17), uma delegação do Alto Uruguai, formada pelo prefeito de Centenário Hilário José Kolassa, o prefeito de Carlos Gomes, Egídio Moreto e o secretário de Administração de Centenário Rodinei Augusto Banaszeski, esteve em audiência com odiretor de Infraestrutura Rodoviária do Departamento Autônomo de Estradas e Rodagem, DAER, o engenheiro Luciano Faustino da Silva, para buscar uma alternativa que viabilize o acesso asfáltico nos dois municípios.

A microrregião tem uma participação significativa na economia do Alto Uruguai, principalmente pela produção agrícola, porém, a falta de acesso asfáltico aos municípios encarece o escoamento da safra, além de inviabilizar investimentos em outros setores da economia, resultado em um impeditivo para o desenvolvimento, não apenas dos municípios, mas também de toda a região.

Durante a audiência foi discutido o início das obras em um trecho de oito quilômetros da rodovia ERS 477, que liga Centenário a Áurea. O prefeito de Centenário, Hilário José Kolassa destacou que esta é uma reivindicação do município há muitos anos, e muito trabalho já foi feito para viabilizar este asfaltamento. Ele enfatizou que o projeto de engenharia e a licença ambiental já estão concluídos, e os moradores da região aguardam a liberação de recursos para o início das obras.

A comitiva ainda apresentou uma proposta para viabilizar o asfaltamento de outro trecho da ERS 477, que liga Centenário a Carlos Gomes. Os prefeitos apresentaram a proposta da realização de um termo de cooperação, onde os municípios possam entrar com os recursos para viabilização do projeto de engenharia e a licença ambiental, além de se comprometeram no apoio político na busca de recursos junto à bancada gaúcha da Câmara Federal para complementar a execução da obra. Entretanto a direção do DAER destacou que neste momento não há recursos suficientes para realização do asfaltamento nos dois trechos, porém viu com bons olhos a possibilidade de cooperação entre as prefeituras, deputados federais e o DAER, e destacou que caso seja confirmada a venda de empresas estatais, será possível destinar recursos para viabilizar as obras de asfaltamento nestes municípios.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais