Muitos querem ser candidatos a prefeito, mas com que “roupa”?

É muito fácil os partidos políticos dizerem que terão candidatos a prefeito nas eleições municipais deste ano, mas com que “roupa”? Ou seja, com que estrutura de pessoas e dinheiro? Com dados de algumas empresas especializadas em campanha eleitoral, o custo para produzir os programas de TV e rádio, giram em torno de R$ 150 mil.

Estou falando de uma campanha bem franciscana, sem contar os gastos com materiais gráficos e combustível para deslocamento de um lado para outro, chegando aos R$ 200 mil. Sem o dinheiro da iniciativa privada, desemprego, redução de salários e recursos do fundo partidário que nunca chegam nos municípios do interior, como fazer frente para uma campanha?

Infelizmente, essa é a dura realidade das campanhas políticas em Erechim. Diante destes fatos, deveremos ter duas ou três candidaturas a prefeito na cidade.

Por Egidio Lazzarotto 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais