Frinape começa ganhar força

Quando existe união entre as entidades de classe as coisas funcionam direito e qualquer evento ou promoção tem tudo para ser sucesso. E é união o que está acontecendo neste momento entre ACCIE, CDL e UNINDÚSTRIA, maior exemplo disso é com relação à Frinape 2018. Existe uma verdadeira sintonia entre as entidades, que estão trabalhando em conjunto para que o evento seja um dos maiores da história de Erechim.

No dia 28 de abril, durante um café na redação após participação das três entidades na programação da Rádio Cultura e do Jornal Boa Vista sobre o centenário de Erechim, o presidente da ACCIE, Fábio Vendrusculo, perguntou para a presidente da CDL, Arlei Cavaletti, se a entidade por ela presidida conseguiria colocar 10 expositores na Frinape, e a mesma respondeu: “vocês todos vão se surpreender com a CDL, já temos vendido 10 estandes”.

Quando Fábio pediu ao representante da UNINDÚSTRIA quantos locais a entidade conseguiria colocar, o mesmo disse: “não posso afirmar quantos estandes a UNINDÚSTRIA vai conseguir colocar para seus associados, até porque o presidente está numa missão na Europa, mas com certeza deve ultrapassar este número”.

Qual foi a minha surpresa no início desta semana, quando a presidente da CDL confirmou já terem sido vendidos 40 estandes. Já a UNINDÚSTRIA deve ultrapassar 30 estandes.

Valor do município para a Frinape pode chegar a R$ 1,4 milhão

Ainda não foi confirmado oficialmente, mas durante a programação do centenário de Erechim no Jornal Boa Vista, o presidente da ACCIE, Fábio Vendruscolo, cobrou o secretário de Desenvolvimento, Altemi Barp sobre se o município poderia liberar para a Frinape o mesmo valor dispensado para realização do Natal 2017. “Não sei ao certo quanto o prefeito vai investir na Frinape, mas acredito que serão os recursos necessários para uma grande feira. A gente quer que essa Frinape seja a maior de todos os tempos, mas nós do governo, não queremos desperdícios do dinheiro público, com balõezinhos de um lado para o outro”, destacou o secretário.

Nos questionamentos que fiz ao prefeito Schmidt sobre se o valor para realização da Frinape poderia ser o mesmo do Natal, ele sempre me garantiu que não vai faltar dinheiro para a feira. Esta semana perguntei ao presidente Fábio se o prefeito já tinha definido os valores. “O prefeito me garantiu que não vai faltar dinheiro para a Frinape, e nesta semana estamos entregando as planilhas de custo para o prefeito Schmidt, depois saberemos com qual valor a prefeitura vai participar e de que modo. Evidente que nós gostaríamos de receber os mesmos valores do Natal, mas quem decide é o prefeito. Ele sempre garantiu que não vai faltar recurso”.

Pela afinidade e tranquilidade dos dois lados quando são questionados sobre o aporte financeiro para a Frinape, não tenho nenhuma dúvida de que o valor pode chegar a R$ 1,4 milhão. Só não sei qual será a contrapartida da ACCIE, se será liberado ingressos para a população durante determinados dias, evidente que menos para os grandes shows.

Passarinho revela quantos shows a Frinape terá

O meu passarinho trouxe a informação de que a Frinape terá três mega shows nacionais. Ele só não revela quais são, para que a divulgação oficial aconteça pela comissão organizadora da Frinape 2018. Mas deu uma dica: para saber quais são os artistas que estarão na feira, é só escutar na Rádio Cultura as músicas mais tocadas durante a programação da manhã, das 9h às 12h, e da tarde, das 14h30min às 17h, esses deverão ser os shows da Frinape.

Além dos três mega shows, também deve acontecer durante a feira inúmeras apresentações com artistas locais que se destacam na região Sul do Brasil. A Frinape deste ano deverá ter duas rainhas com suas cortes. Uma a da Frinape, e outra, a dos Imigrantes, que também representará o centenário do município.

Por Egidio Lazzarotto

 

Comentários estão fechados.