Reitor do IFRS, Júlio Xandro Heck, toma posse para mandato de quatro anos

Aproximação com a comunidade e preservação dos princípios do ensino público federal são destacados pelo reitor entre as prioridades e os desafios da atual gestão

O reitor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS), Júlio Xandro Heck, tomou posse nesta terça-feira, 18 de fevereiro de 2020, em Brasília, para um mandato de quatro anos. Ele foi reeleito pelos estudantes e servidores em pleito realizado em outubro de 2019.

Júlio ocupa o cargo de reitor do IFRS desde maio de 2018, quando assumiu um mandato pro tempore após ter sido eleito em pleito excepcional devido à vacância do cargo (saiba mais). A Reitoria do IFRS localiza-se em Bento Gonçalves e a instituição possui 17 campi no Estado, totalizando mais de 20 mil estudantes em cursos técnicos, de graduação e pós-graduação.

Aproximação com a comunidade e preservação dos princípios do ensino público federal

Consolidar o IFRS como um espaço de desenvolvimento de soluções para problemas da sociedade e de transformação social são prioridades citadas por Júlio. O reitor afirma a necessidade de uma aproximação cada vez maior com a comunidade externa, desenvolvendo projetos de extensão e pesquisa que contribuam com a sociedade gaúcha; e enfatiza também o combate à evasão e à retenção dos estudantes como alguns dos temas de maior atenção. “O IFRS atua para a formação completa e plena dos estudantes e busca se consolidar como um espaço de pluralidade de pensamento e liberdade de expressão”, complementa.

Dentre os desafios, a preservação de conquistas históricas do ensino público federal está entre os mais urgentes. “Precisamos defender os princípios emanados da nossa lei de criação (Lei dos Institutos Federais – Lei 11.892/2008). Há reformas e projetos em curso que afrontam o nosso modelo de ensino e as nossas concepções pedagógicas e precisamos estar sempre atentos e lutar para garantir o funcionamento pleno e democrático da nossa instituição”.

Sobre o reitor

Júlio Xandro Heck tem 42 anos e atua no magistério há 13, período no qual foi também pró-reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação do IFRS (de 2013 a 2016). É formado em Química Industrial de Alimentos, possui mestrado em Microbiologia Agrícola e do Ambiente, doutorado em Biologia Celular e Molecular e pós-doutorado em Biotecnologia. É natural de Alecrim, casado com a também professora Carine e pai da Alice.

——————————————–

Sobre o IFRS

 O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul (IFRS) oferece cursos gratuitos em 16 municípios do Rio Grande do Sul. São cursos de nível médio (técnicos que podem ser cursados de forma integrada, concomitante e subsequente ao Ensino Médio), superiores (de graduação e pós-graduação) e de extensão. O IFRS é uma instituição federal de ensino público e gratuito.

As unidades do Instituto são: Campus Alvorada, Campus Bento Gonçalves, Campus Canoas, Campus Caxias do Sul, Campus Erechim, Campus Farroupilha, Campus Feliz, Campus Ibirubá, Campus Osório, Campus Porto Alegre, Campus Restinga (Porto Alegre), Campus Rio Grande, Campus Rolante, Campus Sertão, Campus Vacaria, Campus Veranópolis e Campus Viamão. A Reitoria está localizada no município de Bento Gonçalves.

No total, são cerca de 22 mil alunos e 200 opções de cursos. Mais informações no site www.ifrs.edu.br.

Saiba também: Além do IFRS, no Rio Grande do Sul há outros dois Institutos Federais (IFs): oInstituto Federal Sul-rio-grandense (IFSul), com Reitoria em Pelotas; e o Instituto Federal Farroupilha (IFFar), com Reitoria em Santa Maria. Em todo o país, são 38 IFs levando ensino público e gratuito a mais de 600 municípios (para conhecer a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica, acesse o site do Conif).

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais