Dívida com secretarias da Saúde da AMAU ultrapassa os R$ 16 milhões

Na manhã desta terça-feira (19) em entrevista a Rádio Cultura, o Assessor Técnico da secretaria da Saúde, Jackson Arpini, falou sobre a importante reunião realizada na última quinta-feira (14) entre os prefeitos, secretários de Saúde e lideranças da Associação de Municípios do Alto Uruguai (AMAU). Na ocasião o tema principal foi a dívida do Estado com as secretarias de Saúde. Ele relatou que foi realizado um levantamento detalhado dos valores e hoje, a dívida está na casa dos R$ 16 milhões.

Conforme Arpini o relatório é de extrema importância, pois demonstra de forma concreta o que já vinha sendo relatado verbalmente aos governantes. O levantamento dá conta dos valores pendentes com as secretarias de Saúde, entre 2013 e 2018. “O que preocupa é que se trata de uma linha ascendente,  ao findar de 2014 a dívida era de R$ 5 milhões sendo que o número triplicou e, ao fim de 2018 fechou em pouco mais de R$ 16 milhões”, relatou. Ainda comentou que em contrapartida foi realizado o levantamento do percentual de investimento que os municípios tem feito em saúde. “Pela legislação o  mínimo investido tem que ser de 15% e o que se apurou é que o percentual de investimento tem sido de em média 20,5%, mas até quando os municípios suportaram isso?”, questionou.

Com isso, a AMAU formou uma comitiva composta por prefeitos, secretários de Saúde e lideranças da área que levarão até o Governador do Estado e secretária de Saúde os dados levantados. “Somos conhecedores da fragilidade do Estado, é preciso encontrar um canal aberto de comunicação com o Estado, precisamos saber se o governo irá ou não pagar essa dívida e, de que forma será pago, para que os prefeitos possam fazer um planejamento das suas ações, pois se os recursos não vierem muita coisa terá que ser repensada”, explicou.

Segundo Arpini, o último pagamento recebido pelos prefeitos foi de 50% do valor referente ao mês de junho de 2018. “Por esse motivo torna-se importante buscar soluções a nível da AMAU, que representa 32 municípios. Ganhamos força quando representamos uma instituição dessa envergadura”, finalizou.

Por Da Redação

Comentários estão fechados.