Proposto pelo vereador Renan Soccol, Largo Herminio Carpegiani – Velho Borges é inaugurado

Em uma solenidade marcada por muita emoção e boas recordações, autoridades municipais e familiares inauguraram, na manhã desta quarta-feira (18), o Largo Herminio Carpegiani – Velho Borges, no entroncamento da Avenida Sete de Setembro com a Rua Distrito Federal e Praça Prefeito Jayme Lago. A homenagem, proposta pelo vereador Renan Soccol (PSDB), foi simbolizada pelo descerramento de uma placa afixada em uma pedra no canteiro existente no local, com o nome e fotografia do ilustre cidadão.

Sobre o homenageado – Nascido em 7 de julho de 1922, no município de Flores da Cunha, Herminio Carpegiani é considerado um dos maiores jogadores de futebol da história do Alto Uruguai, tendo se destacado quando defendia as cores do Clube Esportivo Recreativo Atlântico nas décadas de 40 e 50. Conhecido como “Velho Borges”, Carpegiani conquistou diversos títulos pelo Galo, marcando nada menos que 31 gols somente em partidas disputadas contra o Ypiranga. Sua participação no clássico Atlanga, aliás, merece destaque: em 65 jogos, foram 34 vitórias, 12 empates e 19 derrotas. Foi casado com Leda Lecy, com quem teve os filhos Celso Tadeu, Paulo Cesar, Tânia Mara e Edson Luis. Herminio Carpegiani faleceu em 2007, aos 84 anos.

“É uma honra prestar homenagem a uma pessoa que tanto contribuiu para elevar o nome de nossa cidade. Não são poucas as pessoas que lembram dos feitos do ‘Velho Borges’”, destacou Renan Soccol, enfatizando que a postura de Carpegiani tanto dentro dos gramados quanto fora deles precisa ser exaltada. “Trata-se de uma homenagem muito justa, devida, a quem foi um artilheiro nato, um gentleman em campo, conhecido por nunca ter sido expulso e que sem dúvida deixou um enorme legado”, completou o parlamentar autor da homenagem.

Um dos legados citados pelo vereador é a própria família de Carpegiani, já que seus três filhos homens seguiram o mesmo caminho no esporte. Presentes na cerimônia de inauguração do largo, Paulo Cesar e Celso Tadeu, conhecido popularmente por Borjão, se emocionaram ao recordar a trajetória do pai dentro e fora das quatro linhas. “É uma homenagem que consagra nosso pai como o maior jogador dos gramados de Erechim, e realmente foi um jogador de exceção. O ‘Velho Borges’ levantava a torcida com seus gols, enquanto nós, filhos, convivíamos com um pai presente e afetuoso”, lembrou Borjão, acompanhado por Paulo Cesar. “Essa homenagem nada mais é do que uma retribuição àquilo que meu pai pôde fazer por Erechim”, disse.

Comentários estão fechados.