Proposto pelo vereador Renan Soccol, Largo Herminio Carpegiani – Velho Borges é inaugurado

Em uma solenidade marcada por muita emoção e boas recordações, autoridades municipais e familiares inauguraram, na manhã desta quarta-feira (18), o Largo Herminio Carpegiani – Velho Borges, no entroncamento da Avenida Sete de Setembro com a Rua Distrito Federal e Praça Prefeito Jayme Lago. A homenagem, proposta pelo vereador Renan Soccol (PSDB), foi simbolizada pelo descerramento de uma placa afixada em uma pedra no canteiro existente no local, com o nome e fotografia do ilustre cidadão.

Sobre o homenageado – Nascido em 7 de julho de 1922, no município de Flores da Cunha, Herminio Carpegiani é considerado um dos maiores jogadores de futebol da história do Alto Uruguai, tendo se destacado quando defendia as cores do Clube Esportivo Recreativo Atlântico nas décadas de 40 e 50. Conhecido como “Velho Borges”, Carpegiani conquistou diversos títulos pelo Galo, marcando nada menos que 31 gols somente em partidas disputadas contra o Ypiranga. Sua participação no clássico Atlanga, aliás, merece destaque: em 65 jogos, foram 34 vitórias, 12 empates e 19 derrotas. Foi casado com Leda Lecy, com quem teve os filhos Celso Tadeu, Paulo Cesar, Tânia Mara e Edson Luis. Herminio Carpegiani faleceu em 2007, aos 84 anos.

“É uma honra prestar homenagem a uma pessoa que tanto contribuiu para elevar o nome de nossa cidade. Não são poucas as pessoas que lembram dos feitos do ‘Velho Borges’”, destacou Renan Soccol, enfatizando que a postura de Carpegiani tanto dentro dos gramados quanto fora deles precisa ser exaltada. “Trata-se de uma homenagem muito justa, devida, a quem foi um artilheiro nato, um gentleman em campo, conhecido por nunca ter sido expulso e que sem dúvida deixou um enorme legado”, completou o parlamentar autor da homenagem.

Um dos legados citados pelo vereador é a própria família de Carpegiani, já que seus três filhos homens seguiram o mesmo caminho no esporte. Presentes na cerimônia de inauguração do largo, Paulo Cesar e Celso Tadeu, conhecido popularmente por Borjão, se emocionaram ao recordar a trajetória do pai dentro e fora das quatro linhas. “É uma homenagem que consagra nosso pai como o maior jogador dos gramados de Erechim, e realmente foi um jogador de exceção. O ‘Velho Borges’ levantava a torcida com seus gols, enquanto nós, filhos, convivíamos com um pai presente e afetuoso”, lembrou Borjão, acompanhado por Paulo Cesar. “Essa homenagem nada mais é do que uma retribuição àquilo que meu pai pôde fazer por Erechim”, disse.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais