Atlântico e Copagril empatam no Paraná no Jogo de Ida das Semifinais da LNF

O Atlântico foi ao Paraná para enfrentar o Copagril Futsal na primeira partida das Semifinais da Liga Nacional de Futsal LNF 2018. Tudo igual no Jogo de Ida e agora a decisão fica para o segundo jogo, em Erechim, no próximo sábado (24).
O Copagril, do técnico Paulinho Sananduva, começou com Rennan, Biel, Suelton, Xande e Bruno Petry. O Atlântico, do técnico Giba, iniciou com Careca, Allan, Selbach, Lucas e Jé.
Um jogo intenso com as duas equipes no ataque. Com isso foram se somando as chances para os dois lados e foram se destacando os dois goleiros, com grandes defesas de Careca e, principalmente, Rennan. A intensidade da disputa fez com que o contato fosse maior entre os atletas e, assim, com grande quantidade de faltas. Tanto que aos 12 minutos da primeira etapa o árbitro marcou falta de Café no ataque o que resultou na sexta falta do Galo. Na cobrança de tiro-livre Johnny venceu o goleiro verde-rubro e marcou para a Copagril: Copagril 1 X 0 Atlântico.
Aos 17min23 falta de Barbosinha sobre Allan, a sexta falta do time da casa. Na cobrança do tiro-livre Café bateu forte no ângulo esquerdo da goleira, vencendo Rennan e marcando o gol de empate do verde-rubro. Copagril 1 X 1 Atlântico.
Na segunda etapa um jogo mais cadenciado e estudado. As chances mais claras foram em ataques do Galo erechinense que acertou a trave em diversas oportunidades, incluindo um chute forte de Lucas e, em outro momento, quando com Rennan vencido, Selbach tocou em direção ao gol mas Johnny com a ponta do tênis desviou para a bola ainda tocar a trave antes de sair para escanteio. As chances foram se somando mas as defesas se sobressaíram sobre os ataques. Resultado final no Ney Braga, em Marechal C. Rondon/PR: Copagril Futsal 1 X 1 Atlâtnico.
O Jogo de Volta acontece no próximo sábado, dia 24/11, às 13h30, no Caldeirão do Galo, em Erechim.
De acordo com o Regulamento, aquele que somar o maior número de pontos nos dois jogos, garante vaga na final. Em caso de uma vitória para cada lado ou dois empates, a disputa vai à prorrogação no jogo da volta, com a vantagem da igualdade no placar no tempo extra a favor do time da casa, que teve melhor campanha na primeira fase, no caso o Atlântico.
Quem passar para a Final enfrentará o vencedor de Pato Futsal e Magnus Sorocaba.

Comentários estão fechados.