O novo camisa 9 do Canarinho

157

É convicção no estádio Colosso da Lagoa que um time para lograr êxito na Divisão de Acesso, depende de um centroavante goleador. Em razão disso, o Ypiranga fechou com o centroavante Jajá. O camisa nove de 31 anos chega para suprir uma carência sentida no clube desde que João Paulo, deixou o Canarinho no final de 2016. Jajá foi o artilheiro da Divisão de Acesso nesta temporada defendendo as cores grená do Caxias. Não só estereótipo, mas também o estilo de jogo do centroavante é muito parecido com o de João Paulo. A direção e o departamento de futebol trouxeram um dos melhores centroavantes do futebol gaúcho

 

Júlio Abu, um sonho antigo

Desde 2015 o Ypiranga vem tentando contratar o meia atacante Júlio Abu, 29 anos, que na temporada passada defendeu as cores do Novo Hamburgo no primeiro semestre, e do São Paulo de Rio Grande no segundo. Depois de conquistar o título de campeão gaúcho com o Novo Hamburgo nesta temporada, Abu esteve envolvido em uma confusão na Série D do Brasileiro, que culminou com uma dura pena de 180 dias afastado dos gramados. Pena que ainda está sendo cumprida pelo jogador. Segundo fontes internas do Canarinho, ele estará apto para ajudar o clube na Divisão de Acesso de 2018.

 

Danilinho pode voltar

Um jogador que poderá retornar ao Ypiranga na próxima temporada é o meia Danilinho. Nesta temporada, o jogador de 32 anos esteve no Itumbiara no primeiro semestre, e no segundo jogou pelo Remo. Em 2016, Danilinho teve um bom desempenho no campeonato gaúcho, porém, oscilou bastante no segundo. Com privilegiada bola parada, o meia marcou um dos gols mais bonitos do gauchão no ano passado, contra o Internacional, no Beira Rio. Clube e jogador já iniciaram as conversas para tratar de uma eventual volta dele ao Ypiranga. O interesse é grande de ambos os lados. Se vier, é bom reforço para o Canarinho na Divisão de Acesso.

 

De olho na gurizada

A nova direção do Ypiranga pretende aproveitar alguns jogadores oriundos da base na próxima temporada. A lista de nomes que serão avaliados e possivelmente aproveitados conta com os goleiros Gritti e Alan; os laterais Fábio e Renan e, o atacante Drama. Gritti é uma das apostas do clube para disputar a titularidade com um goleiro experiente que deverá ser contratado. Renan que atua também como zagueiro, chegou a ser titular na Série C e é visto com bons olhos pelos dirigentes do Canarinho. Fábio, um dos destaques do Ypiranga durante a disputa da Copinha, é considerado a principal revelação do clube no segundo semestre. Já Drama, segue sendo uma aposta da direção. Alternativa de drible e velocidade no time de Leocir Dall’Astra em 2016, a jovem promessa sofreu com lesões e a falta de oportunidades em 2017.

 

Pacote de Reforços

O pacote de reforços do Ypiranga ainda conta com o meia Everton Faísca, 32 anos, que estava no Aimoré. Para o meio de campo foram contratados Anderson Feijão e Márcio Reis. Feijão, 26 anos, esteve defendendo as cores do Aimoré na temporada passada. Já Reis, 32 anos, é um jogador experiente e trás no seu currículo dois acessos. Além do centroavante Jajá, a direção buscou outra alternativa para a posição, trata-se de Paulinho Simionato, 28 anos, que estava no Pelotas e participou do acesso do Avenida neste ano. O primeiro pacote de reforços do Canarinho me agradou, agora é aguardar as demais contratações e realizar uma avaliação precisa.

 

Tárik, um bom reforço

O volante Tárik, 24 anos, esteve muito próximo de ser anunciado pelo Ypiranga no início desta temporada, mas por falta de empenho da direção na época, o jogador natural de Erechim atuou pela Portuguesa. No ano anterior ele esteve jogando na Indonésia, onde defendeu as cores do Pusamania Borneo. Tárik até foi apontado como uma das promessas do Internacional entre 2010 e 2012, mas nunca recebeu oportunidades no grupo principal. Tárik será um dos jogadores que reforçarão o grupo Canarinho na busca pelo acesso à elite do futebol gaúcho e a Série B do brasileiro. Ele atua como volante de contenção, versátil, também tem facilidade de chegar próximo ao gol adversário. Além de ser um jogador de entrega dentro de campo, o erechinense tem qualidade no chute de média e longa distância.

 

Por Fabio Lazzarotto

Você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.