Bebê que morava na UTI está prestes a retornar para casa

689

O pequeno Bernardo, que já teve sua história contada pelo Jornal Boa Vista, está prestes a retornar para casa, graças ao processo cirúrgico bem sucedido no Hospital de Clínicas de Porto Alegre. O bebê vai dar sequência ao tratamento e cuidados ao lado da família, em casa. Bernardo nasceu prematuro, aos cinco meses e meio de gestação e, pesando apenas 845 gramas. Tamanha fragilidade levou o menino para a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Santa Terezinha e desde então, ele ainda não conheceu sua casa e irmãos. O menino ficou internado, pois apresentava dificuldade para respirar sem o auxílio de aparelhos e frequentemente tinha paradas respiratórias. Dentre tantos exames e espera pelo exame de Fribrobroncoscopia (onde o paciente é sedado e um tubo flexível, com fibras ópticas, o broncoscópio, é introduzido pela boca até atingir os brônquios), realizado em Porto Alegre, demorou meses, mas Fabiana Ceccatto Magalhães, mãe de Bernardo, garantiu uma vaga.

 

Bernardo realiza traqueostomia

Há 11 dias o menino saiu da UTI do Hospital de Clínicas de Porto Alegre e está no quarto. Ele foi submetido a uma traqueostomia, um orifício na traqueia para facilitar a respiração e não necessitar de aparelhos. “Logo após o procedimento cirúrgico a emoção foi grande, ele estava com olhos bem abertos, o que nunca havia acontecido. Os olhinhos do meu filho brilhavam, indicando que ele estava melhor. Tão logo foi levado para o quarto e podíamos tocá-lo, beijá-lo e enchê-lo de amor e carinho”, contou Fabiana.

 

“Queria tanto segurar meu filho no colo”

Bernardo que completou seis meses no dia 29 de outubro já pode desfrutar do colo da mãe, desejo antigo de Fabiana. “Queria tanto segurar meu filho no colo e agora, isso é possível. A traquio foi necessária por ele ter ficado muito tempo entubado. Mas, os médicos nos tranquilizaram que assim que ele for crescendo, ela será retirada. Em casa, cuidadosamente vamos alimentá-lo através de sonda. Também estamos providenciando um aparelho de oxigênio para uma eventual emergência”, explicou a mãe.

 

Emoção a espera do retorno

Neste final de semana, mais tardar na próxima, o pequeno menino estará em casa. “Estamos aguardando apenas a alta pediátrica, mas o Bernardo está super bem, sorrindo, brincando com as mãos, um serelepe, com mais de 5kg. O retorno para casa será comemorado por todos. Meus outros dois filhos estão ansiosos, o que deixa eu e meu marido com os olhos cheios de lágrimas”, destacou Fabiana emocionada. Ela também agradeceu as correntes de oração, apoio e carinho de Erechim e região.]

 

Por Carla Emanuele

 

Você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.