Vereador Pimenta homenageia Marcos Vinicius Dufloth com nome de rua

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Na última sessão ordinária, realizada na segunda-feira (17), os parlamentares aprovaram por unanimidade o projeto de lei apresentado pelo vereador Gilson Serafin – Pimenta (PSD) referente à denominação de rua no Bairro São Caetano. De acordo com o texto aprovado, uma das travessas da Rua Quintino Bocaiuva passa a ser denominada como “Rua Marcos Vinicius Dufloth – Empresário”. Em um momento de grande emoção, os familiares acompanharam no plenário a homenagem, e receberam do proponente um quadro com o mapa da referida localidade.

Sobre o homenageado – Nascido em Erechim, no ano de 1967, Marcos Vinicius Dufloth era o mais novo de 11 irmãos, tendo concluído o curso de Bacharel em Ciências Contábeis em 1991. Sua formação acadêmica teve, ainda, uma pós-graduação em Processamento de Dados, concluída em 1998. Trabalhou desde cedo, foi desenhista em diversas áreas e empresas do município, até tornar-se professor na Fundação Alto Uruguai para Pesquisa e o Ensino Superior (Fapes), na Fundação Regional Integrada (FURI) e na Escola Barão do Rio Branco. Além de trabalhos como autônomo, fundou duas empresas: a Tecnocyber, em 1999, e a Cyberlog, em 2009.

Marcos Vinicius Dufloth foi casado com Susane Regina Loebler Dufloth, com quem teve seu único filho, Vinicius Loebler Dufloth. “Quando não estava trabalhando, ele dedicava-se inteiramente à família. Era muito carinhoso, prestativo, tomava à frente de tudo, resolvendo sempre todos os problemas que surgiam, e tinha a habilidade de alegrar os ambientes em que estava”, recorda Pimenta. Marcos faleceu em 16 de dezembro de 2015, em um trágico acidente de moto. “Tive a honra de conhecer e ser amigo do Marcos, e sou testemunha da grande pessoa que ele foi, e com toda a certeza perdemos um cidadão que muito tinha a fazer pela nossa cidade”, completa.

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais