Parceria gera resultados positivos a indústria têxtil do município

O Município de Erechim, através da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico, faz parte do grupo de parceiros que, através de uma grande iniciativa, se alavancará caminhos para uma maior qualificação e qualidade da indústria têxtil local e região do Alto Uruguai.

Para tanto, foi assinado na manhã desta sexta, 18, junto a sede da Unindústria, o Termo de Fomento entre o Sindivest e o Município de Erechim, que entra com o valor de R$ 246.793,46 para a aquisição de uma máquina de corte de tecidos que vai beneficiar as indústrias locais e de municípios da região do Alto Uruguai. A mesma será instalada junto ao Centro Tecnológico do Vestuário.

Na oportunidade, a presença do Secretário Municipal do Desenvolvimento Econômico Altemir Barp, o presidente do Sindivest Evaldo Anziliero, empresários do setor e os representantes do fornecedor do maquinário do Santa Catarina.

Para a sua aquisição, de acordo com o presidente do Sindivest, Evaldo Anziliero, são três as fontes de recursos para a compra da mesma, ou seja, o município de Erechim, recursos da Consulta Popular e outra via APL, que somam mais de um milhão de reais. Empresas que serão beneficiadas também deverão entrar para o aporte de recursos.

A iniciativa para a compra vem desde o ano de 2016, o que culminou no dia de hoje com a assinatura do contrato entre o Município e o Sindivest. O estabelecimento de uma Central especializada para realizar as atividades de enfesto e de corte de tecido para confecção, busca atender demanda de longa data do setor do APL na região.

Tais atividades são um gargalo desta atividade econômica, a qual possui em sua maioria, empresas de pequeno porte, com a fusão de atividades em poucos funcionários, sendo que essas empresas possuem pouca capacidade individual de investimento em tecnologia nesta tarefa.

A unidade irá funcionar na forma de uma central prestadora de serviços, para as empresas do ramo na região, e que sejam participantes formais do arranjo produtivo. Conforme a necessidade e disponibilidade também poderá prestar serviços para setores afins e empresas não participantes do arranjo, mediante a cobrança de preço pelo uso da estrutura.

“O benefício econômico pode se materializar pela elevação da escala possível de produção com tecnologia atualizada viabilizada pela ação conjunta das organizações do setor”, destaca Evaldo.

Outro benefício econômico para a região, a partir da continuidade do setor, está na geração de tributos, como a manutenção e ampliação de emprego e renda para os trabalhadores do setor. “Também a viabilidade de continuidade da assistência do setor na região, visto que enfrentam forte concorrência de produtos de outras regiões e do exterior”, aponta o secretário Altemir Barp.

Barp pontuou, ainda, que é uma grande satisfação assinar a compra da máquina, pois irá gerar um grande diferencial para Erechim e região do Alto Uruguai na inovação tecnológica. “O convênio irá trazer um grande benefício e irá dar fôlego as indústrias. Temos que plantar para colher resultados. Este é um projeto que se viabilizou através do apoio de todas as entidades”, finalizou.

Comentários estão fechados.