O negócio do momento: vender energia e internet

“Neste momento não existe no mercado brasileiro uma garantia de retorno financeiro maior do que vender energia elétrica e internet”, foi o que disse o presidente da Creral, Alderi do Prado, em entrevista a Rádio Cultura. Desde que Alderi assumiu a presidência da, na época, quase falida Cooperativa Regional Eletrificação do Alto Uruguai Ltda – Creral, a mesma vem numa crescente e atualmente está entre as mais inovadoras da região norte do Estado. Neste primeiro semestre de 2018 inaugura a Usina Termoelétrica de São Sepé, que utilizará casca do arroz como matéria-prima, e em 2017 apresentou crescimento superior a 15% na geração de energia e 50% na área da internet com fibra ótica, além disso, é a primeira empresa do Rio Grande do Sul a levar internet com fibra ótica ao meio rural.

Dentro de aproximadamente 60 dias, a Creral também deve iniciar a construção da usina PCH, do Rio Forquilha, entre Machadinho e Maximiliano de Almeida, que até meados de 2019 já deverá estar produzindo energia elétrica. Vale ressaltar que toda a energia que será produzida na Termoelétrica de São Sepé e na Usina do Rio Forquilha já foi vendida.

A Creral também foi a primeira empresa no Norte do Rio Grande do Sul a ter todos os postes de concreto nas suas redes de distribuição de energia e uma das próximas inovações deverá ser na leitura das contas de luz, que acontecerá em um sistema integrado com a matriz, em Erechim, por intermédio da internet.

 

Por Egidio Lazzarotto

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais