Memórias da Aldeia – Provação

Por Enori Chiaparini

As terras do atual município de Chapecó começaram a ser palminhas nos séculos XVI e XVII por mamelucos paulistas e jesuítas espanhóis.

Aos bandeirantes paulistas, interessava escravizar o índios e vendê-los na Região do canavial Nordestino. Além disso, andavam à cata de ouro e prata. Os Jesuítas abraçaram a causa da catequização indígena. Em 1859, foi fundada a colônia militar de Chapecó. A área do atual município de Chapecó, no princípio, era enorme. Chegou a pertencer a jurisdição de Foz do Iguaçu. Sempre foi considerada, sob o ponto de vista geopolítico, como área estratégica, próximo à fronteira com a Argentina.

No início do século XX, iniciou-se a colonização e o povoamento. Recebeu migrantes da Região das Terras Velhas, italianas e alemãs, do RS, de regiões de SC, e Paraná. Tornou-se município em agosto de 1917. A partir de 195O, passou a receber levas de migrantes do Alto Uruguai gaúcho, sobretudo, famílias de Erechim.

A Primeira Grande Provação de Chapecó aconteceu em Outubro de 195O, com a queima de uma serraria, de um clube e da Igreja, logo desembocou na chacina de Chapecó, em parte explicado pelos historiadores. Vale ver a respeito a corajosa obra de Mônica Hass. A fotografia, na época, chegou a BBC, em Londres… É impressionante o nível de desenvolvimento experimentado por Chapecó nos últimos 4O anos. Uma série de fatores conjugados colocaram o município catarinense numa posição respeitada, no Brasil, Cone Sul e Europa, fruto do empreendimento, trabalho, disciplina e enorme auto estima.

O resultado desse progresso coletivo se expressou na formação de uma baita equipe de futebol – jogado de forma limpa e digna, à moda antiga (futebol arte), com gente séria, simples e leal.

A segunda provação ocorreu em 28 de novembro de 2Ol6, com o time da Chapecoense, em Medellin, na Colômbia… Chapecó enterrou seus mortos entre chuvas e lágrimas…. que ninguém jamais esquecerá….Mas a Chapecoense renascerá na beleza da alma de seus jogadores… na dor infinita da partida…brotará a força da alegria….como um novo amanhecer….POVO DE CHAPECÓ, ESTAMOS COM VOCÊ…. (texto escrito em dezembro de 2016).

Por Enori Chiaparini

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais