Sindilojas do Alto Uruguai Gaúcho promove Audiência Pública sobre Feiras Itinerantes

Evento será realizado dia 20 de novembro, às 17, na Câmara dos Vereadores de Erechim

O Sindilojas do Alto Uruguai Gaúcho promove, no próximo dia 20 de novembro, a partir das 17, na Câmara de Vereadores de Erechim, Audiência Pública para tratar sobre o Projeto de Lei que trata sobre Feiras Itinerantes. O evento contará com a presença do Deputado Estadual Ronaldo Santini, autor do projeto de regulamentação das feiras itinerantes, proposição construída em conjunto com a Fecomércio/RS.

O PL cria alguns parâmetros para a execução de feiras itinerantes do Rio Grande do Sul, buscando minimizar os efeitos negativos do comércio informal existente nas feiras. O objetivo é proteger o comércio formal, que contribui com o crescimento econômico do Estado do RS, gerando emprego, renda e pagando seus tributos em dia, contra uma concorrência completamente desleal e desproporcional, causada pelas feiras itinerantes. “As feiras itinerantes atuam, muitas vezes, de maneira irregular, criando uma situação injusta de concorrência em relação ao comércio local, cujos compromissos sociais e trabalhistas são corretamente assumidos e cumpridos”, enaltece o presidente do Sindilojas Alto Uruguai, Francisco José Franceschi.

Na avaliação da Fecomércio-RS, os impactos gerados por estas feiras vão desde prejuízos para o consumidor, que adquire produtos sem garantia e assistência, além do prejuízo para a arrecadação estadual e municipal, uma vez que os produtos são comercializados sem recolhimento de tributos e sem nota fiscal.

Com a atuação da Fecomércio-RS e sindicatos empresariais, atualmente alguns municípios gaúchos já possuem legislação regulamentando a instalação destes eventos. “Ainda assim, a aprovação de uma lei estadual garantirá maior respaldo aos municípios que já possuem legislação, bem como, facilitará a edição de norma dos que ainda não possuem”, defende Franceschi.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais