Momento para pensar somente no acesso

Recém contratado pelo Ypiranga, o meio-campista Anderson Feijão fala sobre a importância de um bom ambiente no vestiário e que entrar em campo como favorito é benéfico para o Canarinho

83

Aos poucos, o torcedor do Canarinho vai conhecendo mais sobre os atletas que estão sendo contratados pelo Ypiranga para a temporada 2018. Entre os nomes anunciados nesta semana pelo presidente eleito para o biênio 2018/19, Adílson Stankiewicz, está o do meio-campista Anderson Feijão. O atleta tem o chamado “perfil” para disputar a Divisão de Acesso, pois além de ter disputado a competição, teve sucesso, inclusive erguendo a taça. Ele enfatiza que um dos motivos do sucesso das equipes nesta competição não está dentro de campo, mas fora dele. “Tive a oportunidade de subir para a elite do futebol gaúcho com o Esportivo e com o Caxias, além disso, subi da terceira para a segunda divisão com o Guarani. O mais importante para ter sucesso está dentro do vestiário, pois é lá que todos se apoiam, e não pode haver espaço para vaidade, acredito que em 2018 para atingirmos o acesso ninguém pode se colocar acima do Ypiranga. Temos que ter em mente que o clube é maior do que todos, e se todos correrem pelo Ypiranga, nós vamos conquistar o acesso”, disse Anderson Feijão.

Ele comenta que assinou contrato com o Ypiranga principalmente pela possibilidade de lutar pelo título. “Vim para o Ypiranga pelo desafio, sempre que joguei contra o Ypiranga, vi a organização do clube, o empenho das pessoas que trabalham nos bastidores, o amor da torcida pelo clube, por isso, quando eu recebi a proposta eu não pensei duas vezes. Em 2018 o Ypiranga tem grandes desafios, e eu abracei esses desafios, pois sei que é uma grande oportunidade para mim”, completou Feijão.

Para Feijão o fato do Ypiranga ser uma equipe que disputa a Série C do Brasileirão e de tradicionalmente estar na Divisão Principal do Gauchão faz com que a equipe seja bastante visada pelos adversários, e isso precisa ser revertido em favor do Ypiranga. “Eu já tive essa experiência com o Caxias, e de maneira muito humilde penso que os outros clubes vão ver o Ypiranga como a equipe a ser batida. Nós, atletas, precisamos trazer isso para o lado positivo, pois é muito melhor para nós entrarmos em campo na condição de favoritos, por isso precisamos abraçar esse favoritismo e jogar com muita raça, para os resultados sejam favoráveis”, comentou ele.

Ele finalizou dizendo que o torcedor precisa fazer a sua parte fora de campo, e ajudar a criar o ambiente necessário para que o clube dê a volta por cima na temporada 2018. “A principal parte do acesso vai ser o apoio do torcedor, sabemos que neste momento o torcedor está triste com o ano ruim que o clube teve, mas o grupo que está sendo montado quer o acesso, e isso vai fazer com que o torcedor abrace o Ypiranga novamente e no final do campeonato vamos estar comemorando juntos”, finalizou Anderson Feijão.

Você pode gostar também

Os comentários estão fechados, mas trackbacks E pingbacks estão abertos.