Medicina Veterinária da URI realiza visita técnica e práticas

        Acadêmicos do Curso de Medicina Veterinária da URI realizam visita técnica e práticas na Cabanha Treviso, em Gaurama, com a finalidade de conhecer melhor a atividade produtiva e debater sobre a ovinocultura.

        O grupo foi recebido pelos proprietários da Cabanha, Roberto e Andrea De Marco, que se dedicam à raça Ilê de France. Eles afirmaram que a produção de ovinos representa uma importante atividade econômica e social para a pequena e média propriedade rural, com um alto potencial de crescimento, porém, é necessário criar condições para que este crescimento seja sustentável e contínuo. Dentre as condições está o melhoramento genético, trabalho realizado pela Cabanha Treviso, produzindo e selecionando animais de elevado nível zootécnico e comprovada produtividade.

        No encontro, o produtor explanou também sobre várias técnicas de manejo dos animais da Cabanha: a importância dos cuidados no final da gestação, o parto, os cuidados com os cordeiros recém nascidos e o “creep feeding”, ou seja, a alimentação privativa, sistema utilizado durante a fase de aleitamento. O produtor mencionou também a importância de estabelecer vários piquetes de pastagens de alta qualidade.

        Durante a visita, os alunos puderam fazer a prática do “casqueamento” que deve ser realizada para evitar a podridão do casco, frieira e problemas com os aprumos dos animais. O não casquemento pode levar ao surgimento de anomalias e dificuldades de locomoção, além de contribuir para a má produção de leite e fatores estressantes que comprometem a produtividade.

        O professor Amito Teixeira, que acompanhou a visita, ressaltou a importância da iniciativa, pois coloca o acadêmico em contato com a realidade de uma atividade de grande potencial produtivo, que se constitui numa ótima oportunidade de atuação profissional para o Médico Veterinário.

Comentários estão fechados.