Furtos e agressões prejudicam trabalhos nas UBSs

O crescimento de roubos nas unidades de saúde e agressões aos servidores que atuam na rede municipal de atenção à saúde vem preocupando a Secretaria de Saúde de Erechim. Nesse ano já foram furtados itens como ar condicionado e compressores de ar que abastecem os consultórios odontológicos das Unidades Básicas de Saúde. Somente no mês de agosto foram registrados dois casos de agressão e depredação do patrimônio público nas UBSs. Episódios que levaram a municipalidade a realizar Boletim de Ocorrência e que acabam prejudicando o fluxo normal dos trabalhos, além da Pasta gastar recursos financeiros com a reposições de itens.

Jackson Arpini, acredita que os entraves e as dificuldades enfrentadas pelos usuários devem ser equacionados no campo do diálogo. “A agressão, além de comprometer a relação entre paciente e profissional, em nada contribui para o encaminhamento favorável e busca da solução do impasse”, enfatiza o Secretário Municipal de Saúde.

Com relação aos furtos ressalta que o patrimônio público tem por objetivo atender a população, objetivo das ações e serviços de saúde.  Os furtos fazem com que o Município gaste recursos em duplicidade, quando tem que repor o equipamento, consumindo valores importantes e deixando de investir em outras áreas da saúde. “Os bens públicos devem ser zelados para que possam cumprir com seu objetivo em prol de toda a comunidade, ainda mais numa área tão imprescindível como a da saúde”, finaliza Jackson Arpini.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais