Furtos e agressões prejudicam trabalhos nas UBSs

O crescimento de roubos nas unidades de saúde e agressões aos servidores que atuam na rede municipal de atenção à saúde vem preocupando a Secretaria de Saúde de Erechim. Nesse ano já foram furtados itens como ar condicionado e compressores de ar que abastecem os consultórios odontológicos das Unidades Básicas de Saúde. Somente no mês de agosto foram registrados dois casos de agressão e depredação do patrimônio público nas UBSs. Episódios que levaram a municipalidade a realizar Boletim de Ocorrência e que acabam prejudicando o fluxo normal dos trabalhos, além da Pasta gastar recursos financeiros com a reposições de itens.

Jackson Arpini, acredita que os entraves e as dificuldades enfrentadas pelos usuários devem ser equacionados no campo do diálogo. “A agressão, além de comprometer a relação entre paciente e profissional, em nada contribui para o encaminhamento favorável e busca da solução do impasse”, enfatiza o Secretário Municipal de Saúde.

Com relação aos furtos ressalta que o patrimônio público tem por objetivo atender a população, objetivo das ações e serviços de saúde.  Os furtos fazem com que o Município gaste recursos em duplicidade, quando tem que repor o equipamento, consumindo valores importantes e deixando de investir em outras áreas da saúde. “Os bens públicos devem ser zelados para que possam cumprir com seu objetivo em prol de toda a comunidade, ainda mais numa área tão imprescindível como a da saúde”, finaliza Jackson Arpini.

Comentários estão fechados.