Grupo de Pais da UTI Neonatal do HC reforça laços de esperança, carinho e amor

A experiência de ter um bebê internado numa UTI Neonatal é invariavelmente delicada. Normalmente surge a partir da determinação de uma urgência médica e “fala” da ameaça à continuidade da vida.

As internações, que ocorrem em sua maioria logo após o parto, promovem o afastamento drástico do bebê e sua mãe.

Considerando este momento de apreensão vivenciado por pais e familiares durante a hospitalização na UTI Neonatal, o Hospital de Caridade oferece soluções que possam dar suporte psicológico, esclarecendo e orientando com relação a dúvidas, além de minimizar sentimentos de ansiedade e angústia, proporcionando cuidado e acolhimento.

Nesta perspectiva, surgiu o Grupo de Pais da UTI Neonatal do HC. Com a iniciativa, liderada pela psicóloga Carina Balvedi Leandro e pela enfermeira Gislaine Cardoso, uma série de atividades passaram a ser desenvolvidas.

Entre elas, a execução de tarefas, como as produzidas pelo casal Ronaldo José Rigon e Ana Paula Vasco, pais da Luiza – que, depois de mais de três semanas, na segunda-feira, 16, já está no alojamento, devendo ir para o quarto nos próximos dias, antes de ir para casa, em Paim Filho onde a família reside.

Para Ronaldo, que é médico veterinário, os momentos de incerteza foram minimizados graças ao trabalho e ao suporte oferecido pelas equipes do HC. Já Ana Paula, professora de Biologia, destacou o ambiente de acolhimento oferecido pelo hospital, especialmente, em relação ao Grupo de Pais. ‘A tarefa que nos foi proposta pelo Grupo de Pais – de fazermos uma lembrança para nossa filha – permitiu que colocássemos todo o amor e carinho que sentimos pela Luiza numa atividade que parece simples, mas que foi fundamental para nos dar força e estímulo”, resume a mãe.

Conforme a psicóloga Carina Balvedi Leandro, a tarefa dos pais constitui em criar/construir algo que represente este momento da vida, em que o bebê está na UTI Neonatal. A finalidade, explica, é o casal envolver-se na ação e através dela enfrentar a angústia/ansiedade do período, transformando aquilo em algo terapêutico.

 

Saiba mais sobre o Grupo de Pais

Principais objetivos do Grupo constituído em 2014 são:

– Esclarecer dúvidas de pais e/ou familiares a respeito das normas e rotinas da UTI Neonatal; procedimentos realizados e funcionamento da equipe;

– Aliviar angústia e ansiedade desencadeada pela internação do bebê através do apoio psicológico aos pais.

– Possibilitar um momento de troca de experiência entre os participantes;

– Efetuar intervenções educativas.

Caracterização do grupo: 

Aberto – com um número ilimitado de participantes.

Público Alvo: 

Pais de bebês internados na UTI Neonatal.

Frequência: 

Encontros semanais (todas as segundas-feiras pela manhã).

Local: 

Sala de Espera das UTI’s (neste momento de reforma, o grupo é realizado em sala na UID – em frente ao posto de enfermagem).

Comentários estão fechados.