Dal Zotto sugere projeto de assistência odontológica a pacientes internados em hospitais de Erechim

Na última semana, foi encaminhada ao Poder Executivo a sugestão de um projeto de lei de autoria do vereador Ale Dal Zotto (PSB), que visa tornar obrigatória a prestação de assistência odontológica a pacientes internados em unidades hospitalares de Erechim. De acordo com o parlamentar, pacientes atendidos em regime domiciliar também deverão ser contemplados pela lei, que busca aprimorar os cuidados prestados a estas pessoas, tendo em vista os dados comprovados de que a falta desse profissional nas Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) contribui para o aumento de mortes.

“Como ignorar que seres humanos sejam internados por períodos prolongados e cheguem a uma UTI imunocomprometidos? Como não se importar com essa situação?”, questiona o edil, enfatizando que esta realidade já é outra em muitos lugares. “Em diversos hospitais do nosso país, assim como de vários países, a presença do cirurgião-dentista é realidade há muito tempo. Muitas vezes a população de baixa renda é internada com condições bucais preocupantes, por isso devemos evitar que essas vidas sejam banalizadas e ignoradas”, alerta.

Dal Zotto ressalta que a falta de higienização da cavidade bucal de pacientes acaba sendo determinante para a proliferação de diversas doenças, o que pode vir a agravar a condição do internado. “O que se pretende não é a execução de procedimentos odontológicos de rotina, mas apenas e tão somente a detecção das necessidades orais individuais e a instituição de procedimentos preventivos, que somente o cirurgião-dentista possui capacitação para realizar”, observa o vereador.

Comentários estão fechados.