Com status de ‘primeiro-ministro’, sua atribuição será colocar a ‘casa em ordem’

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

O ex-secretário das Finanças, Roberto Fabiani (SD), conforme antecipado pelo espaço na última semana, já trabalha em sua nova função: a chefia de gabinete (elevada, ao menos informalmente, a uma espécie de secretaria de Governança).

Com status de ‘primeiro-ministro’, sua atribuição principal será colocar a ‘casa em ordem’. Para tanto, Fabiani promete agilizar o trâmite dos projetos na parte ‘anterior à obra’, além de minimizar/equalizar eventuais diferenças de posicionamento e ritmo entre as secretarias do governo.

# Insisto, porém: o trabalho de Fabiani não terá resultado efetivo caso o governo Schmidt-Lando siga sem saber o que é, o que quer e para onde pretende ir. Encontrar o norte – e acreditar nele, enquanto conjunto da gestão – é o único caminho possível. O outro é a porta de saída, em 2020.

Por Salus Loch 

 

 

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais