Cestas básicas e kits de higiene foram distribuídos em Erechim

A Prefeitura de Erechim, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, realizou a entrega de 2.400 cestas básicas e kits de higiene para os cidadãos atingidos pelos efeitos econômicos causados pela Covid-19. Nos dias 3, 10 e 17 de abril, a distribuição foi feita nos CRAS dos Bairros Progresso, Linho e Presidente Vargas. O benefício foi destinado às pessoas que declararam se enquadrar em alguns dos requisitos definidos pelo Conselho Municipal de Assistência Social (Comas): pessoas em situação de trabalho informal; idosos e pessoas com deficiência sem renda e; famílias sem renda fixa cuja situação social se agravou em função da pandemia.

Toda a comunidade erechinense é co-autora da ação, uma vez que é através da arrecadação dos impostos que o município tem condições de adquirir as cestas básicas que são distribuídas.  Do valor originalmente previsto para o orçamento do Poder Legislativo, R$ 500.000,00 (quinhentos mil reais), através de uma proposição dos vereadores, se somaram ao orçamento do executivo – mais especificamente, ao Fundo Municipal de Assistência Social – para a aquisição das cestas e de kits de higienização.

Esse acréscimo de valor foi necessário uma vez que o isolamento social imposto para o combate e prevenção a Covid-19 exigiu o fechamento temporário de vários estabelecimentos comerciais, industriais e de prestação de serviços, bem como impossibilitou o trabalho de muitos profissionais autônomos. Assim sendo, famílias que já se encontravam em situação de vulnerabilidade, tiveram sua situação agravada, enquanto que famílias que anteriormente não precisavam do suporte da Assistência Social, passaram a necessitar.

Pelo fato de o número de pessoas que foram atingidas neste período de pandemia ser muito grande, o Município não tem meios de fazer a averiguação individual de cada situação de vulnerabilidade. Por este motivo, o usuário declara sua condição sob as penas da Lei. É importante que as pessoas tenham consciência de não utilizarem esse recurso se efetivamente não precisarem, porque a declaração falsa de vulnerabilidade, além de ser ilegal, retira o alimento daquelas famílias que realmente necessitam.

Todas as entregas foram acompanhadas pela Defesa Civil Municipal e pela Força Voluntária do Alto Uruguai, que realizaram um trabalho exemplar na organização das filas, na manutenção do espaçamento social necessário, na orientação dos usuários, entre outras ações. A presença constante da Brigada Militar e o apoio logístico do Sesc / Mesa Brasil igualmente foram primordiais suportes.

A Secretária Linir Zanella destaca o engajamento de todos e que permitiu o resultado esperado da ação conjunta. “Queremos agradecer o trabalho incansável das equipes da Secretaria Municipal de Assistência Social, que não mediram esforços para atender da melhor forma a população atingida, considerando toda a situação urgente e inusitada que um estado de calamidade pública, dessas proporções, causa a todos nós. Importante também agradecer o engajamento de toda a comunidade erechinense que, em paralelo às ações municipais, também realizou distribuição de cestas básicas para a população atingida, através de várias entidades e segmentos da sociedade”, diz a titular da Pasta.

Novas ações estão sendo preparadas pela Secretaria de Assistência Social de Erechim para a primeira quinzena de maio. Até lá as equipes técnicas seguem realizando atendimentos e estudos para o aprimoramento da forma e dinâmica dessas ações.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais