Tomógrafo do Santa tem nome e sobrenome

Durante a semana que passou vi muita gente querendo atribuir a vinda do tomógrafo para o Santa Terezinha a pessoas que não mexeram uma palha para que isso acontecesse. Quem lutou muito para que o aparelho viesse para o hospital foi o coordenador da 11ª Coordenadoria de Saúde estadual, José da Cruz, e também o deputado estadual, Gilberto Capoani. O resto é tentar promover alguém que sequer sabia o que estava acontecendo.

Anteriormente já havia escrito neste espaço sobre a dupla que estava trazendo esse importante aparelho para o nosso hospital e, interessante que na época ninguém disse que não era verdade, mas agora tentam atribuir a vitória para alguém que nada fez. Não dá para aceitar. Aliás, quando a notícia saiu em outros veículos de comunicação da cidade, também ninguém se manifestou em contrário. Por que só agora que ele chegou ao hospital tentam atribuí-lo a outros nomes?

 

Comentários estão fechados.