População reclama de infestação de mosquitos

 

Moradores de diversos pontos de Erechim reclamam de uma infestação de mosquitos que atacam a população tanto durante o dia, quanto a noite. Muitos ainda informam que nos ataques diurnos, os insetos seriam muito parecidos com o Aedes aegypti.

As reclamações começaram ainda no mês de fevereiro e aos poucos foram ganhando força, chegando até um órgão de imprensa do município e mais recentemente começa a se espalhar pelas redes sociais.

Os reclamantes citam como possíveis responsáveis pela infestação os diversos terrenos baldios sem manutenção e com vegetação alta, os vários pontos da cidade que são usados por parte da população como depósitos de entulhos e lixo, além de córregos e banhados a céu aberto. Outra queixa seria contra uma suposta falta de ações por parte dos órgãos responsáveis.

As reclamações vêm de moradores dos bairros Linho, Agrícola, Aeroporto, Estevam Carraro, Bela Vista, José Bonifácio e até de alguns pontos do centro.

 

Cortes de árvores

Vou usar como exemplo a área onde resido. Até alguns meses, eu convivia com morcegos e corujas voando nas proximidades e até montando ninhos. Durante o dia, centenas de passarinhos saíam de árvores próximas ao amanhecer e regressavam ao final da tarde. Até que parte destas árvores, principalmente as mais altas, foram cortadas e iniciaram obras nas proximidades. Hoje observo os pássaros realizando o mesmo trajeto, porém em uma área de mata bem mais distante. À noite, não se vê mais os morcegos e nem as corujas, em compensação, a quantidade de mosquitos nas proximidades parece ter aumentado consideravelmente. Longe de ser ou me considerar um especialista no assunto, mas fico pensando se os cortes de árvores em Erechim, que em minha opinião, não são poucos, e essa mudança na rota das aves, não estariam relacionados a este aumento no número de mosquitos?

 

Por Alan Dias

 

Comentários estão fechados.