Semana de muita conversa e negociações antes da eleição para presidente do Legislativo

Na próxima segunda-feira, 18, será escolhida a nova mesa diretora da Câmara de Vereadores de Erechim. Oposição e situação deverão lançar candidatos à presidência da casa legislativa e no cenário atual, se os acordos forem cumpridos, a oposição elegerá o novo presidente, afinal, são nove votos do grupo e oito votos da situação. O acordo entre os cinco partidos da oposição, dá ao PMDB o direito de escolher o nome do presidente. Mário Rossi e Rafael Ayub queriam, mas internamente o partido optou por Ayub. A decisão fez com que Rossi ficasse um tanto quanto chateado e despertasse na base governista a possibilidade de rachar o grupo de oposição.

Nas últimas semanas, em especial nesta, o gabinete do vereador Mário Rossi, recebeu visita de alguns vereadores de oposição e até mesmo o contato de membros do alto escalão do governo Schmidt, que lhe ofertavam a presidência da casa legislativa. Apesar de parecer inimaginável, Rossi, o maior opositor ao governo Schmidt, teria a possibilidade de se tornar presidente da Câmara de Vereadores com os votos da base governista. Na última terça-feira, dia 13, em conversa com um dos articuladores da base, Rossi agradeceu o apoio dos vereadores de situação, mas assegurou que vai cumprir o acordo com o grupo dos nove e votará em Rafael Ayub, mesmo sabendo que teria uma vitória quase certa na disputa com o correligionário.

Com a negativa de Rossi para ser o candidato da base, os oito vereadores de situação deverão deliberar neste final de semana quem será o candidato à presidência da Casa. Os nomes mais cotados são de Eni Scandolara e Claudemir de Araújo. Mesmo sabendo que a derrota é iminente, a base governista não abre mão de lançar uma candidatura. Caso não ocorra nenhum fato novo neste final de semana, Rafael Ayub será o presidente, Ilgue Rossetto – vice-presidente, Ale Dal Zotto – primeiro secretário e Sandra Picolli – segunda secretária.

Por Fabio Lazzarotto

 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais