Inicia colheita de trigo e plantio das lavouras de verão

Os produtores iniciaram a colheita de trigo na região do Alto Uruguai, cuja área semeada nesta safra foi de 29 mil hectares. A expectativa de produtividade, média, é boa, de acordo com informativo conjuntural do Escritório Regional da Emater/RS-Ascar de Erechim. A saca está sendo comercializada entre R$ 38,00 a R$ 41,00. Também está iniciando a colheita da cevada que teve área cultivada de 9.260 hectares.

As lavouras com culturas de verão estão sendo semeadas, de acordo com levantamento da Emater/RS-Ascar. Os produtores estão iniciando o plantio da cultura da soja, com área prevista para a safra 2019/2020, de 233 mil hectares. O plantio de milho grão, com área de 42 mil hectares, está em fase final. Já o plantio, da área de 15 mil hectares, com milho destinado a silagem está concluído.

Criações

Apicultura: As condições climáticas da última semana favoreceram a atividade. O mel está sendo comercializado entre R$ 7,00 e R$ 20,00 o quilo. O pólen, com embalagem de 130 gramas, a R$ 15,00 reais; o própolis, com embalagem de 100 ml, R$ 15,00.

Bovinocultura de corte: Pastagens com bom desenvolvimento. O boi gordo está sendo cotado a R$ 5,30 (boi gordo europeu – Kg/vivo) de acordo com a qualidade, com pagamento em 30 a 45 dias. Terneiros recria a R$ 5,50.

Bovinocultura de leite: As pastagens de verão apresentam bom desenvolvimento. A produção de leite está estável. Preços para o produtor R$1,00 a R$1,50 o litro.

Piscicultura: Seguem as reservas de alevinos. As altas temperaturas da semana favoreceram o crescimento dos peixes. Para as carpas das linhagens cabeça-grande, húngara e prateada, os valores médios de comercialização foram de R$ 10,00, enquanto que a carpa capim foi vendida a R$ 13,00, jundiá R$ 18,00, dourado R$ 29,00, pacu R$ 15,00, traíra R$ 13,00. Todos os valores são do peixe vivo. O nível de água dos reservatórios está normal.

Suinocultura: O valor dos insumos no mercado local, especialmente a soja e milho, estão com valores compatíveis a renda da atividade suinícola. O suíno está sendo comercializado a R$ 3,80 o quilo.

Comentários estão fechados.