Formandos de Enfermagem da URI encerram estágio supervisionado no Santa Terezinha

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

          O Curso de Enfermagem da URI realizou no último dia 02 de setembro, um encontro para marcar o encerramento das atividades da disciplina de Estágio Supervisionado I, bem como outras ações desenvolvidas na Fundação Hospitalar Santa Terezinha de Erechim. A ação foi prestigiada pelo Diretor Acadêmico, professor Adilson Stankiewicz, e pela Coordenadora do Curso, professora Angela Brustolin.

         A iniciativa, que teve como objetivo integrar o ensino e os serviços, contou com a presença dos acadêmicos do último ano do curso, inseridos na disciplina de Estágio Supervisionado IE, juntamente com as Professoras Neiva Prestes e Simone Nothaft, além de enfermeiros responsáveis por cada campo de estágio, enfermeiras gestoras das áreas bem como a Supervisora dos Serviços de Enfermagem, Tatiane Bernardi.

         O encontro oportunizou a interlocução com o ambiente de estágio por meio da explanação dos acadêmicos das atividades desenvolvidas em suas diversas unidades de atendimento. Também foi um momento de agradecimento pela contribuição e acolhimento do serviço e equipe para com os discentes e docentes.

         Para os professores supervisores do estágio, através dessa atividade de integração, os enfermeiros obtém o retorno e o reconhecimento quanto à sua importância no processo de formação dos alunos. Além disso, reforça o vínculo entre a universidade e a instituição hospitalar.

         As professoras salientam que a disciplina, com carga horária de 420 horas, é primordial para a formação dos acadêmicos, pois propicia espaço onde eles têm a oportunidade de aprimorar, aperfeiçoar e solidificar os conteúdos aprendidos no transcorrer da graduação, por meio da associação entre a teoria, prática e o raciocínio clínico.

         Durante o Estágio Supervisionado, os acadêmicos realizaram atividades de planejamento, gestão, supervisão e execução das rotinas e procedimentos exclusivos do enfermeiro, visando a promoção, prevenção, proteção e recuperação da saúde.

         A integração entre o ensino e o serviço favorece e qualifica a troca de saberes entre discente, docente, profissionais do serviço e usuário, ampliando e contribuindo para a formação de profissionais comprometidos com a qualidade e humanização na saúde e que atenda as reais necessidades da população.

         Nesse contexto, a formação universitária nas Ciências da Saúde realizou-se na prática, em unidades de atendimento em saúde do Sistema Único de Saúde (SUS) e ancora-se nas prerrogativas das Diretrizes Curriculares para a formação dos profissionais da enfermagem, que contempla a formação do enfermeiro generalista, crítico e reflexivo.

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais