Parabéns Dom José Gislon, Bispo Diocesano de Erexim

Este ano é um ano ímpar na vida de todo  cidadão que pensa no país e no bem da coletividade brasileira, porque estamos frente a uma decisão  importantíssima para a escolha de nossos representantes, tanto no nível federal como estadual para o bem  comum de toda a região do Alto Uruguai.  Por isso, pensando no desenvolvimento  harmônico da grande Erexim, que congrega nada menos  que 32 municípios, sugeri ao Presidente da AMAU que fizesse uma reunião dessa Associação e convidasse todos os candidatos a Deputado Estadual e Federal e fizesse uma sabatina com todos eles, oportunidade em que cada prefeito perguntaria a cada um o que bem entendesse para tirar suas dúvidas relativas ao porquê de sua intenção de  apresentar seu nome para disputar uma vaga na Assembleia Legislativa do Estado e na Câmara Federal. Depois de ouvir, atentamente, todos os candidatos em sua explanação a respeito de seus objetivos referentes às reivindicações  da Região do Alto Uruguai,  os prefeitos dialogariam e analisariam as melhores e mais convincentes propostas, e escolheriam um candidato para Deputado Federal e dois para Estadual, independente de partido. Seria, talvez, a meu modesto ver, uma bela oportunidade de pensar grande em proveito da macroregião e todos seriam beneficiados, tendo representantes tanto em Brasília como em Porto Alegre.  Mas não tive êxito no meu intento porque, talvez, as inúmeras ocupações dos prefeitos em suas respectivas administrações os impediram de pôr em prática essa sugestão, ou simplesmente  acharam impossível  realizá-la politicamente e, ficou por isso mesmo. Porém a ideia produziu efeito colateral, porque, inteligentemente, alguém com visão holística de toda a região, e como líder máximo da Igreja Católica resolveu convidar todos os candidatos para uma reunião na sala que fica atrás do Santuário de Fátima e, juntamente com todos os párocos da Diocese de Erexim, ouviu os candidatos colocarem  suas ideias e projetos para a região, caso cheguem tanto à Assembleia Legislativa do Estado como à Câmara Federal. Essa foi, a meu ver, talvez, uma ação única em todo o tempo que participo da política, que o Bispo da Diocese de Erexim participa da política, não para dizer ou apoiar este ou aquele candidato, deste ou daquele partido, mas visando ao bem comum de toda a Região do Alto Uruguai, porque a Igreja Católica é apolítica, mas tem o dever de orientar seus fiéis a escolherem candidatos de ficha limpa, sem nenhuma pendenga na Justiça e comprometidos com a defesa dos interesses de toda a Região do Alto Uruguai. E queiram ou não, o pároco em sua paróquia é um líder tanto espiritual  como também na vida social, em vista de seu vasto conhecimento armazenado em sua longa caminhada até chegar a ser ordenado sacerdote. Por isso, Dom José Gislon, nosso Bispo Diocesano, já que o poder político, representado pelos prefeitos da AMAU, não se importou com essa  visão holística de toda a região, porque, talvez, comprometidos pelo recebimento de alguma esmola desse ou daquele candidato, não o fez, foi necessário que o “poder religioso” se manifestasse para o bem de todos nós. Parabéns por essa brilhante e cidadã iniciativa!

 

NOTA: Erexim escrito pelo autor com “x”, baseado no Decreto-Lei Federal nº 5.186, de 13/1/1943 e na recente decisão da Academia Brasileira de Letras, órgão oficial que dita, em última instância, a correta escrita das palavras e dos topônimos.

 

Guilherme Barp – Professor e advogado

 

 

Comentários estão fechados.