“Quem sabe é tempo de esperar outra temporada”, desabafa vereador Leandro Basso

Durante várias semanas correu boatos nos meios políticos que o vereador e ex-secretário da Agricultura e Cultura, Leandro Basso, poderia não concorrer a vereador nas eleição de novembro. Imediatamente entrei em contato com Basso, para saber a veracidade dos fatos.

“Gosto de trabalhar com a verdade, transparência, independente se isso me traz ou afasta aliados. Não vejo isso nas pessoas que circulam na maioria dos espaços partidários. Vivem um eterno jogo de truco, onde o enganador tem mais valor que a carta. Não serve gente sem carta querendo tomar conta da mesa. Quem sabe é tempo de esperar outra temporada”, desabafou Basso.

Também comentou que a cidade não precisa de Basso, Polis, Luiz, Beto, Lando, entre outros, mas de um plano de avanço da matriz econômica. “Precisamos de ferramentas digitais e pessoas que trabalham em equipe. Não vejo isso. O que vão fazer nossos jovens? Pegar uma passagem só de ida para qualquer lugar que dê oportunidades”, questionou.

Perguntei se ele vai concorrer e se tem o sentimento de ter sido traído. “Não é traído, é desiludido. É ver que os anos passam e as verdadeiras mudanças não acontecem. A gente muda o piloto, mas não a rota e nem o destino. É possível fazer mais, fazer melhor, fazer para o coletivo, fazer pelas gerações futuras. A motivação para permanecer candidato passa por plano para cidade. Se hoje fosse o limite da candidatura, eu não seria candidato”, concluiu Basso.

Por Egídio Lazzarotto/Foto: Carla Emanuele 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais