Design da FAE desenvolve postagens para ONG Bicho Vadio

Celina, Meg e Toy. Os nomes não estão na lista de chamada do curso de Design da Faculdade Anglicana de Erechim (FAE), mas por uma noite eles também estiveram em sala. A presença dos animais de estimação dos acadêmicos da turma 4º semestre ajudou a ilustrar os trabalhos que os grupos desenvolveram para a ONG Bicho Vadio. Na disciplina de Expressão e Produção Gráfica, ministrada pela professora a designer Suzana Funk, os acadêmicos foram orientados a produzir materiais para serem postados nas redes sociais, com o intuito de conscientizar a população sobre a importância da adoção responsável, castração e orientações para evitar doenças nos pets.

As apresentações aconteceram na noite da última quinta-feira (8) e também foram apreciadas pela presidente da ONG, Caroline Liotto. “Agradecemos o apoio e o incentivo que a professora Suzana Funk deu aos alunos para trabalharem esse tema, pois sabemos da importância da escola na educação e respeito para com todos, inclusive para com os animais. Iniciativas como esta nos motivam na continuidade deste trabalho e com certeza as produções serão de grande valia para a ONG”, enfatizou a presidente.

De acordo com a presidente da ONG, as redes sociais são uma ferramenta importante para ajudar a evitar a procriação em massa de animais, tanto cães como gatos, conscientizando a população sobre a castração e posse responsável, evitando assim o abandono e os maus tratos. “Como dona de cachorrinhas adotadas, consegui me sentir parte da ONG, grata e feliz por ter auxiliado nesse trabalho tão lindo. Vale ressaltar que a experiência não foi maravilhosa somente para mim, as minhas cachorrinhas tiveram oportunidade de estar junto a turma na apresentação final e ver a felicidade delas em estar ali foi muito legal e, ao mesmo tempo, elas também alegraram o ambiente. Vira-latas são de fato um pacotinho de amor, onde eles estão, não há tristeza”, destaca a acadêmica Júlia Ramish.

“Ver o Design pelo viés da matéria de Expressão Gráfica ser extensivo ao meio social no trabalho feito para a ONG é gratificante demais. Poder olhar com empatia situações a nossa volta, e aliar ao nosso aprendizado, nos faz melhores profissionais e melhores pessoas”, complementa a estudante Franciane Kossmann. Para a professora da disciplina, foi gratificante ver como os

acadêmicos se entregaram ao objetivo do trabalho, “é uma causa nobre e que envolve sensibilidade e conscientização e a turma se dedicou com empenho e com todo o coração. Nunca tivemos uma aula tão divertida, pois os alunos (as) trouxeram seus pets adotados para a apresentação, que ajudaram a alegrar o ambiente. Agradeço a Caroline Liotto, presidente da ONG por ter aceitado participar e por todo trabalho voluntário que está sendo realizado em prol dos animais de nossa cidade. Agradeço aos alunos (as) pelo empenho e a coordenadora do curso, Simone Lehnhart, pelo incentivo sempre”, finaliza Suzana.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais