Legislativo mirim elege nova mesa diretora para o segundo semestre

Com o objetivo de incentivar entre os jovens o interesse pela política e demais temas que contribuem para a formação da cidadania, a Câmara de Erechim promove o programa Vereador Mirim. E na última quarta-feira (15), uma importante atividade foi realizada durante a terceira sessão ordinária mirim de 2018: os pequenos parlamentares elegeram a nova mesa diretora para o segundo semestre. Na mesma ocasião, houve a transmissão de cargos dos antigos para os novos integrantes da mesa.

Foram empossados os vereadores mirins Thiago Pan Zelik (presidente), Laura Zarichta Ribeiro (vice-presidente), Levi da Rosa Gomes (primeiro secretário) e Julia Prichua (segunda secretária). A votação tanto para presidente quanto para vice terminou empatada, e foi utilizado o primeiro critério de desempate, que prevê a vitória para o candidato mais velho. Esta composição da mesa diretora permanece até o fim do ano, quando termina o mandato da atual legislatura mirim.

Gratidão e confiança no futuro

Após o ato de posse, o presidente Thiago, aluno da Escola Professor João Germano Imlau, foi à tribuna agradecer a confiança de seus pares. “Agradeço a todos que votaram em mim, e vamos nos empenhara que nossos trabalhos sejam mais competentes e que consigamos realizar com mais esforço novas coisas”, destacou o vereador mirim.

Estudante da Escola Othelo Rosa, o ex-presidente Levi também se manifestou na tribuna, desejando um bom mandato à Thiago e agradecendo a todos pelo tempo em que ocupou o principal cargo da Câmara de Vereadores Mirins. “Agradeço a todos os meus colegas e desejo boa sorte ao presidente e a todos no próximo semestre. Que consigamos fazer muito mais do que fizemos até agora, todos estão tendo um ótimo desempenho”, elogiou Levi.

Sobre o programa Vereador Mirim

Lançado em 2002, o programa Vereador Mirim, após ficar alguns anos em inatividade, retornou à agenda Câmara erechinense no ano passado, sob a coordenação de Elisete Tozatti. Todos os parlamentares mirins são estudantes das redes pública e privada de ensino do município, e contam com apoio e apadrinhamento dos 17 vereadores para elaboração de seus pedidos.

Comentários estão fechados.