Poder Público de Aratiba oferece à população Balcão de Empregos

Diante da realidade brasileira, de um país com aproximados quatorze milhões de desempregados, fica até difícil falar do valor e da importância do trabalho. Ele é um dos instrumentos que dignifica a pessoa e a dá condição de vida digna. Constitui uma das formas de sustentação econômica dos cidadãos. Estando sem trabalho, eles ficam fragilizados, inclusive psicologicamente e até perdem o rumo.Trabalhar significa cuidar da vida e possibilitar a elevação da autoestima do trabalhador e o progresso da vida humana. Não é saudável uma sociedade que explora o trabalhador e endeusa a riqueza de forma desonesta. Os frutos do trabalho devem ser socializados, dando oportunidade de vida para todos, superando uma realidade em que grande parte da população passa fome.

A importância do trabalho deve coincidir com a justiça e o direito que o acompanham. Baseado na doutrina da justiça social, todo bem próprio e acumulado deve ser socializado, isto é, ter função social, disponibilizando trabalho para quem dele necessita. É uma questão até de direito dentro de uma sociedade bem organizada e preocupada com a prosperidade de sua população.O trabalho tem sido sacrificado com a forma de gestão do nosso país. O enfraquecimento da economia familiar, a concentração econômica das atividades do agronegócio, o crescente e constante desaquecimento da indústria têm ocasionado forte crescimento do desemprego. Enxergamos um momento de sofrimento da população, formando uma cultura de desespero e refletindo na violência.O desânimo causa comodismo endêmico e vida subumana, engrossando as fileiras daqueles que não conseguem produzir nem o necessário para sua sobrevivência e vivem subjugados no mundo do sofrimento. Sem trabalho o país caminha naufragado e refém de todo tipo de conflito interno e sem paz. Ainda é tempo de recomeçar e “avançar para águas mais profundas” (cf. Lc 5,4), no dizer de Jesus. Disponível em:  http://www.cnbb.org.br/importancia-do-trabalho/Acesso em: 13 jul.2018.

A relação do homem com as questões que envolvem a sobrevivência e a manutenção das necessidades básicas é crucial para que o mesmo desempenhe sua função social e humana com dignidade e paz.

Pensando nos munícipes que temporariamente enfrentavam as dificuldades e tinham sua condição ameaçada por falta de dinheiro e oportunidade, o Poder Público Municipal oferece à população Aratibense a Central de Empregos ( Balcão de Empregos).

Em 18 meses, a Central de Empregos (Balcão de Empregos) que atua junto da Prefeitura Municipal e coordenada pelo Sr.João Zignani, oportunizou que 130 Aratibenses pudessem se empregar em diferentes empresas da região, sendo Erechim,  Aratiba e Seara.

AS EMPRESAS PARCEIRAS E QUE EMPREGARAM PESSOAS EM NOSSA REGIÃO:

EMPRESA EMPREGADORA  Nº DE  EMPREGADOS
PECCIN 42
AURORA 12
ENCUBATÓRIO 9
SERIBAND 3
ELEVITÁ 31
MATTÉ 3
JBS 12
OUTRAS EMPRESAS 18
TOTAL DE EMPREGOS GERADOS 130

FONTE: Prefeitura Municipal de Aratiba ( Balcão de Empregos, 2018).

Para que os munícipes possam frequentar seus locais de trabalho, o Poder Público Municipal, licitou transporte para os trabalhadores e beneficiados pela oportunidade de emprego. Com isso as despesas de locomoção se tornam irrisórias e possíveis de serem administradas pelos empregados. A oportunidade de terem transporte diário e com horário compatível, garante segurança, menores despesas, locomoção garantida, descanso no trajeto, e a certeza de que diariamente poderão usufruir de seu trabalho.

Segundo o  Secretário Adjunto, João Zignani, nos primeiros três meses a procura por emprego era de aproximadamente 150 pessoas na lista de espera. Com as tratativas e constantes visitas as empresas, surgiu a possibilidade de parcerias e compromissos assumidos e conforme as vagas foram surgindo, as entrevistas e fixações foram ocorrendo,  ficando a critério das empresas a seleção dos funcionários, garantindo que atualmente  130 pessoas se encontrem na ativa e tendo sua renda mensal fixa garantida.

 

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais