Ervateira Thomaz, de Áurea, é certificada pela Emater/RS-Ascar

A Emater/RS-Ascar, através da Gerência de Classificação e Certificação, concedeu a certificação de qualidade do processo de produção da erva-mate para a indústria Thomaz Prichoa e Filhos Ltda. A Certificação da Qualidade da Erva-Mate foi entregue na sexta-feira (13), na sede da ervateira, localizada em Áurea, na região do Alto Uruguai. O escopo da certificação abrange as marcas Tio Thomaz e Tchê, produzidas pela ervateira.

 

A auditoria foi realizada com base no Manual para Certificação da Qualidade do Processo de Produção da Erva-Mate, que define os requisitos que devem ser atendidos, de acordo com as etapas referentes ao processo produtivo, abrangendo práticas agrícolas, acompanhamento técnico, atividade de transporte, industrialização, gestão ambiental e da qualidade, além de aspectos relativos à segurança dos trabalhadores. Através de análises físico-químicas e microbiológicas, também foram verificadas as condições higiênico-sanitárias das marcas certificadas. A Ervateira atendeu de forma satisfatória aos critérios do Manual de Certificação e assim obteve o direito de estampar o Selo de Qualidade Emater/RS nas embalagens dos produtos, bem como nos materiais promocionais das marcas Tio Thomaz e Tchê.

 

Além de garantir a rastreabilidade nas diversas fases de produção, diferenciar e valorizar o produto, a Certificação da Qualidade da Erva-Mate também é uma das estratégias para conquistar novos mercados. “Para ganhar competitividade, é fundamental que o produto possua um certificado de qualidade”, frisa o gerente adjunto da Classificação e Certificação, Gilceu Antonio Cippolat.

 

“O Certificado emitido pela Emater é válido por três anos, desde que mantidas as condições originais da certificação, que são verificadas, periodicamente, através de auditorias de manutenção e análises físico-químicas”, observou o coordenador do Núcleo de Certificação da Emater/RS-Ascar, Deniandro de Almeida Rocha.

 

A Certificação da Qualidade do Processo de Produção da Erva-Mate realizada pela Emater/RS-Ascar é voluntária, pioneira no país e foi criada com o objetivo de qualificar um dos produtos símbolo do Rio Grande do Sul.

 

Para a Emater/RS-Ascar, a Certificação é importante, pois, ao adquirir uma erva-mate com o selo de Qualidade Emater/RS, o consumidor tem a garantia que o processo de produção, desde a lavoura até o ponto de venda, observou rígidas regras sanitárias, de higiene e de sustentabilidade ambiental, ressalta o gerente da Classificação e Certificação, Jair Domenighi.

 

Solenidade: O ato, na sexta-feira (13/07), contou com a participação da família Prichoa, do prefeito Antonio Jorge Slussarek, do vice-prefeito Geraldo Golynski, do classificador da Unidade de Erechim, Waldir Machado, do gerente Regional da Emater/RS-Ascar de Erechim, Gilberto Tonello, do adjunto, Marcos Gobbo, do supervisor Valdir Zonin, entre outros representantes de entidades. O evento foi acompanhado pelo casal Vitória e Tomáz Prichoa, os fundadores da ervateira Tio Thomaz, hoje conduzida pelos netos Leandro, Leonel e Leonardo.

 

Na ocasião, a ervateira recebeu o certificado de conformidade orgânica emitido pela Ecovida, A empresa também expôs as vantagens do sistema de energia solar, cuja iniciativa foi adotada com uso de placas solares.

 

A Emater/RS–Ascar, através da Gerência de Classificação e Certificação, está à disposição para mais informações pelo e-mail certificacao@emater.tche.br ou ainda pelo fone 51-2125-4274 e no site: http://www.emater.tche.br/site/servicos/certificacao_voluntaria.php .

 

Foto: Terezinha Vilk/Emater/RS-Ascar

 

 

 

Comentários estão fechados.