O maior legado de Schmidt e Polis: uma cidade com menos “ranço”

Até podemos criticar as administrações de Luiz Francisco Schmidt e de Paulo Alfredo Polis, com seus erros e seus acertos, e não serei eu que vou dizer quem foi o melhor prefeito, quem deve fazer essa avaliação é a comunidade. No entanto, posso afirmar que os dois estão deixando um legado para os futuros prefeitos de nossa cidade, que nenhum administrador até hoje havia conseguido: quebrar o ranço desta cidade.

Nunca vimos nos oito anos da administração de Polis ele criticar ex-prefeitos ou outras lideranças de nossa cidade. Em todos os seus pronunciamentos sempre procurou ressaltar os legados deixados. Da mesma forma age o prefeito Luiz Francisco Schmidt e olhem que, tanto Polis como Schmidt teriam motivos para fazer isso. Os dois têm conversado muito mais do que se imagina e procuram trocar experiências obtidas em suas administrações.

Não precisa que ex-prefeitos se visitem, jantem ou almocem juntos, basta que exista respeito entre eles. No passado nossa cidade viu cenas tristes na história política, um tentando denegrir a imagem do outro e até de seus familiares, então, talvez, o maior legado que Polis e Schmidt estão deixando para nossa cidade é o quebrar esse ranço. Inclusive o exemplo dado pelos dois já está passando para outras entidades.

Por Egidio Lazzarotto

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais