Vale a pena trocar de carro para não pagar o IPVA?

Para muita gente, a ideia de trocar de carro antes da chegada do IPVA agrada. Afinal, com a venda do bem, a despesa com o imposto pode diminuir. Porém, é preciso considerar o custo do IPVA do novo veículo, e também o valor do seguro auto.

Assim que o ano começa, os consumidores precisam logo quitar várias despesas. Uma delas é o IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores). A dúvida dos motoristas, então, é: será que vale a pena trocar de carro para não pagar o IPVA?

O primeiro passo para considerar essa opção é avaliar o custo do novo IPVA. Trocar de carro significa que você também vai trocar de despesa, e não se livrar dela. Os custos do imposto são percentuais ao valor do carro. Um veículo popular de até 23 mil, por exemplo, costuma ter imposto corresponde a 6% do valor. Já carros de luxo, a partir de 55 mil, pagam IPVA de aproximadamente 12% deste valor.

Tudo isso significa que, na hora de trocar de carro, é interessante que você escolha um automóvel mais barato do que o que você tinha antes. Do contrário, o custo do veículo poderá pesar nas finanças.

Outro aspecto fundamental é o custo do seguro auto, que varia de um modelo de veículo para o outro. Veja a seguir.

 

Como o seguro auto é calculado?

Um seguro para carro tem como objetivo proteger o consumidor contra os prejuízos que ele pode ter com o automóvel. Normalmente, as coberturas da proteção incluem colisão, incêndio, alagamento, roubo e furto. Assim, caso qualquer um destes cenários aconteça, o usuário é ressarcido pela seguradora.

O valor de um seguro de carro deste tipo é definido de acordo com uma série de fatores, a começar pelo modelo do carro. Quando o veículo tem custo maior no mercado, ele costuma ter proteção mais cara.

Ao mesmo tempo, a empresa de seguro avalia o índice de roubo deste tipo de auto. Quando as ocorrências são comuns, o custo do serviço também se torna maior. Afinal, haverá maior chance de que a seguradora precise arcar com uma indenização.

O perfil do motorista, hábitos de uso do carro e outros pontos também são avaliados pela seguradora.

Troco ou não de carro para não pagar o IPVA?

Na hora de trocar de carro para não pagar o IPVA, some as despesas do veículo e do seguro atual, e as estimativas do que você terá que pagar com outro automóvel. Assim, você terá a certeza de que a transação vale a pena.

Vale destacar que, ao comprar um veículo sem o pagamento do IPVA, o consumidor costumar barganhar descontos. Isso porque ele terá uma despesa grande e quase que imediata com a compra do carro. Ou seja, o vendedor (você) poderá perder parte do valor de mercado do bem. Essa perda também precisa ser considerada nos cálculos da pré-venda.

Agora você já sabe como considerar a opção de trocar de carro para não pagar o IPVA. Coloque todas as informações na ponta do lápis e comparece os benefícios associados. Talvez seja melhor quitar o imposto e, então, obter valores maiores com a venda.

 

Por Jeniffer Elaina, do SeguroAuto.org / Especial Jornal Boa Vista

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais