Vale a pena trocar de carro para não pagar o IPVA?

Para muita gente, a ideia de trocar de carro antes da chegada do IPVA agrada. Afinal, com a venda do bem, a despesa com o imposto pode diminuir. Porém, é preciso considerar o custo do IPVA do novo veículo, e também o valor do seguro auto.

Assim que o ano começa, os consumidores precisam logo quitar várias despesas. Uma delas é o IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores). A dúvida dos motoristas, então, é: será que vale a pena trocar de carro para não pagar o IPVA?

O primeiro passo para considerar essa opção é avaliar o custo do novo IPVA. Trocar de carro significa que você também vai trocar de despesa, e não se livrar dela. Os custos do imposto são percentuais ao valor do carro. Um veículo popular de até 23 mil, por exemplo, costuma ter imposto corresponde a 6% do valor. Já carros de luxo, a partir de 55 mil, pagam IPVA de aproximadamente 12% deste valor.

Tudo isso significa que, na hora de trocar de carro, é interessante que você escolha um automóvel mais barato do que o que você tinha antes. Do contrário, o custo do veículo poderá pesar nas finanças.

Outro aspecto fundamental é o custo do seguro auto, que varia de um modelo de veículo para o outro. Veja a seguir.

 

Como o seguro auto é calculado?

Um seguro para carro tem como objetivo proteger o consumidor contra os prejuízos que ele pode ter com o automóvel. Normalmente, as coberturas da proteção incluem colisão, incêndio, alagamento, roubo e furto. Assim, caso qualquer um destes cenários aconteça, o usuário é ressarcido pela seguradora.

O valor de um seguro de carro deste tipo é definido de acordo com uma série de fatores, a começar pelo modelo do carro. Quando o veículo tem custo maior no mercado, ele costuma ter proteção mais cara.

Ao mesmo tempo, a empresa de seguro avalia o índice de roubo deste tipo de auto. Quando as ocorrências são comuns, o custo do serviço também se torna maior. Afinal, haverá maior chance de que a seguradora precise arcar com uma indenização.

O perfil do motorista, hábitos de uso do carro e outros pontos também são avaliados pela seguradora.

Troco ou não de carro para não pagar o IPVA?

Na hora de trocar de carro para não pagar o IPVA, some as despesas do veículo e do seguro atual, e as estimativas do que você terá que pagar com outro automóvel. Assim, você terá a certeza de que a transação vale a pena.

Vale destacar que, ao comprar um veículo sem o pagamento do IPVA, o consumidor costumar barganhar descontos. Isso porque ele terá uma despesa grande e quase que imediata com a compra do carro. Ou seja, o vendedor (você) poderá perder parte do valor de mercado do bem. Essa perda também precisa ser considerada nos cálculos da pré-venda.

Agora você já sabe como considerar a opção de trocar de carro para não pagar o IPVA. Coloque todas as informações na ponta do lápis e comparece os benefícios associados. Talvez seja melhor quitar o imposto e, então, obter valores maiores com a venda.

 

Por Jeniffer Elaina, do SeguroAuto.org / Especial Jornal Boa Vista

Comentários estão fechados.