Secretaria de Educação abre oficialmente ano letivo 2018 em Erechim

Dois momentos distintos e igualmente importantes marcaram a Abertura do ano Letivo de 2018 das escolas públicas do município de Erechim, na quinta-feira (15). Pela manhã, no Polo de Cultura da ACCIE, os professores foram recebidos pela secretária municipal de Educação Vanir Clara Bombardelli e autoridades municipais. À tarde os demais funcionários das escolas municipais foram reunidos no Centro Cultural 25 de Julho onde, novamente Vanir Bombardelli e autoridades presentes deram as boas-vindas a todos.

Além da titular da pasta, no Polo de Cultura a mesa foi composta pelo prefeito Luiz Francisco Schmidt, o vice-prefeito Marcos Lando, o presidente da Câmara Municipal de Vereadores Rafael Ayub, pela coordenadora da 15ª Coordenadora Regional de Educação, Clarice Maronesi e pela presidente do Conselho Regional de Educação Ângela Soccol.

Os mais de 600 educadores presentes no encontro matutino, ouviram colocações como a do prefeito municipal que destacou a importância de lincar a educação recebida no âmbito escolar com o familiar. “O aprendizado começa em casa e se estende para a escola. Por isso, a importância de se trabalhar uma boa educação dentro das nossas instituições. O que queremos construir de educação para nossa cidade? O empenho de cada um no ano que passou, permitiu obter os resultados que tivemos e é preciso que sigamos neste rumo”, destacou Luiz Francisco Schmidt.

O vice-prefeito Marcos Lando enfatizou a busca por um objetivo comum e a humanização quando afirmou que “queremos um ano de harmonia entre todos para buscarmos juntos aprender mais e melhor. E, sabemos que em muitos momentos o professor assume papéis que vão além do seu título, se tornando figura importante na vida dos estudantes”.

A secretária municipal de Educação colocou os desafios para este ano dos quais fazem parte: reformas e obras escolares, retomada do estudo do plano de carreira e formação continuada, ampliação de vagas nas escolas, garantia de permanência e promoção de estudantes do ensino fundamental.  E focou no fato do elemento humano ser o diferencial das unidades de ensino.  “As escolas são da mesma rede, são iguais na sua essência, o que as torna únicas são as pessoas que lá estão, fazendo de cada uma um local personalizado. Por isso, a importância de ouvir as sugestões e observações de cada professor sob o seu olhar. Isso resulta nos projetos apresentados ao longo do ano letivo”, completou a secretária municipal no momento em que anunciava o lançamento de novo projeto da pasta. O Programa de Educação Integrado Castelinho, que a partir de março irá contemplar projetos inovadores em diferentes áreas da educação, concentra iniciativas no sentido do desenvolvimento do indivíduo como um todo.

À tarde, no Centro Cultural onde estavam reunidos centenas de funcionários das escolas, a mesa, novamente composta pela secretária municipal de Educação, pelo prefeito, o presidente da Câmara de Vereadores, foi acrescida da participação do diretor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Eduardo Predebon.  “Somos parceiros do município que tão bem nos acolhe. E o apoio que recebemos do poder público municipal é determinante para o nosso desempenho nesta cidade”, justificou o diretor da IFRS no momento do seu pronunciamento.

Já Luiz Francisco Schmidt fez questão de destacar o papel dos diversos agentes que compõem os quadros das escolas quando colocou que “Erechim está à frente no atendimento à primeira infância com um serviço exemplar, digno de admiração. Não existe alegria maior que buscar um filho na escola ao final de um dia e ver que ele foi bem tratado e cuidado”,  disse o prefeito.

Os dois encontros desta quinta-feira tiveram como ponto marcante as palestras motivacionais que buscaram trabalhar questões humanas dos professores e demais funcionários das escolas municipais. O tema  “A Escola que Encanta e Transforma” foi trabalhado pelo Prof. Dr. Max Gunther Haentinger. Em meio a muita descontração, bom humor e pitadas teatrais o palestrante afirmou que “ quando estabeleço laços de simpatia e de amizade a comunicação fica mais fácil, eu encurto distâncias e me torno parceiro do meu aluno”. Ao abordar o tema escolhido para o evento vespertino, o Prof. Ms. Alexandro Adário, destacou: “O seu trabalho afeta sua vida e sua vida afeta o seu trabalho. Encontrar a forma de bem viver de cada um é uma caminhada longa. E cada um tem a sua”. Este e outros pontos importantes da convivência foram o foco da palestra “Bem Viver”.

Comentários estão fechados.