Secretaria de Educação abre oficialmente ano letivo 2018 em Erechim

Dois momentos distintos e igualmente importantes marcaram a Abertura do ano Letivo de 2018 das escolas públicas do município de Erechim, na quinta-feira (15). Pela manhã, no Polo de Cultura da ACCIE, os professores foram recebidos pela secretária municipal de Educação Vanir Clara Bombardelli e autoridades municipais. À tarde os demais funcionários das escolas municipais foram reunidos no Centro Cultural 25 de Julho onde, novamente Vanir Bombardelli e autoridades presentes deram as boas-vindas a todos.

Além da titular da pasta, no Polo de Cultura a mesa foi composta pelo prefeito Luiz Francisco Schmidt, o vice-prefeito Marcos Lando, o presidente da Câmara Municipal de Vereadores Rafael Ayub, pela coordenadora da 15ª Coordenadora Regional de Educação, Clarice Maronesi e pela presidente do Conselho Regional de Educação Ângela Soccol.

Os mais de 600 educadores presentes no encontro matutino, ouviram colocações como a do prefeito municipal que destacou a importância de lincar a educação recebida no âmbito escolar com o familiar. “O aprendizado começa em casa e se estende para a escola. Por isso, a importância de se trabalhar uma boa educação dentro das nossas instituições. O que queremos construir de educação para nossa cidade? O empenho de cada um no ano que passou, permitiu obter os resultados que tivemos e é preciso que sigamos neste rumo”, destacou Luiz Francisco Schmidt.

O vice-prefeito Marcos Lando enfatizou a busca por um objetivo comum e a humanização quando afirmou que “queremos um ano de harmonia entre todos para buscarmos juntos aprender mais e melhor. E, sabemos que em muitos momentos o professor assume papéis que vão além do seu título, se tornando figura importante na vida dos estudantes”.

A secretária municipal de Educação colocou os desafios para este ano dos quais fazem parte: reformas e obras escolares, retomada do estudo do plano de carreira e formação continuada, ampliação de vagas nas escolas, garantia de permanência e promoção de estudantes do ensino fundamental.  E focou no fato do elemento humano ser o diferencial das unidades de ensino.  “As escolas são da mesma rede, são iguais na sua essência, o que as torna únicas são as pessoas que lá estão, fazendo de cada uma um local personalizado. Por isso, a importância de ouvir as sugestões e observações de cada professor sob o seu olhar. Isso resulta nos projetos apresentados ao longo do ano letivo”, completou a secretária municipal no momento em que anunciava o lançamento de novo projeto da pasta. O Programa de Educação Integrado Castelinho, que a partir de março irá contemplar projetos inovadores em diferentes áreas da educação, concentra iniciativas no sentido do desenvolvimento do indivíduo como um todo.

À tarde, no Centro Cultural onde estavam reunidos centenas de funcionários das escolas, a mesa, novamente composta pela secretária municipal de Educação, pelo prefeito, o presidente da Câmara de Vereadores, foi acrescida da participação do diretor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul Eduardo Predebon.  “Somos parceiros do município que tão bem nos acolhe. E o apoio que recebemos do poder público municipal é determinante para o nosso desempenho nesta cidade”, justificou o diretor da IFRS no momento do seu pronunciamento.

Já Luiz Francisco Schmidt fez questão de destacar o papel dos diversos agentes que compõem os quadros das escolas quando colocou que “Erechim está à frente no atendimento à primeira infância com um serviço exemplar, digno de admiração. Não existe alegria maior que buscar um filho na escola ao final de um dia e ver que ele foi bem tratado e cuidado”,  disse o prefeito.

Os dois encontros desta quinta-feira tiveram como ponto marcante as palestras motivacionais que buscaram trabalhar questões humanas dos professores e demais funcionários das escolas municipais. O tema  “A Escola que Encanta e Transforma” foi trabalhado pelo Prof. Dr. Max Gunther Haentinger. Em meio a muita descontração, bom humor e pitadas teatrais o palestrante afirmou que “ quando estabeleço laços de simpatia e de amizade a comunicação fica mais fácil, eu encurto distâncias e me torno parceiro do meu aluno”. Ao abordar o tema escolhido para o evento vespertino, o Prof. Ms. Alexandro Adário, destacou: “O seu trabalho afeta sua vida e sua vida afeta o seu trabalho. Encontrar a forma de bem viver de cada um é uma caminhada longa. E cada um tem a sua”. Este e outros pontos importantes da convivência foram o foco da palestra “Bem Viver”.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais