Prefeito Schmidt manda um recado duro

Na quinta-feira 05, o prefeito Schmidt participou do programa Estúdio Boa Vista da Rádio Cultura para falar sobre a posição do Ministério Publico Federal, que quer que o município assine um TAC se comprometendo a retomar as obras em duas escolas do município, iniciadas pelo governo federal e onde a empresa primeiramente escolhida abandonou os trabalhos.

“Porque que eu tenho que assinar um TAC com o Ministério Público se as obras são do governo federal? Querer fixar prazo para que se faça edital, é um pouco demais já que quem tem que aprovar os projetos das escolas é o governo federal e não o município. Agora, querer que nós assumamos a responsabilidade por um erro do governo federal, isso não vou fazer. Nós não vamos assinar TAC nenhum e quando tivermos o projeto aprovado imediatamente encaminharemos a licitação para retomada destas obras e ponto final”, sentenciou o prefeito.

As críticas não pararam por aí, sobrou pedrada para todos os lados, desde as pessoas que vão com carros importados exigir vagas nas escolas infantis, até aqueles que estão fazendo abaixo-assinado para não reformar uma determinada praça, sob a justificativa de que isso irá atrair muitas crianças para o local, e também para aqueles que não querem o albergue nas imediações de suas casas.

O prefeito assumiu uma postura forte e dura durante a entrevista na Rádio Cultura. Aliás, essa foi a segunda vez que prefeito teve uma posição dura durante entrevista no Estúdio Boa Vista, a primeira foi quando o assunto tratou sobre o movimento contra a licitação da água e do tratamento do esgoto.

 

Por Egidio Lazzarotto

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais