Badalotti e Ernani: uma possível dobradinha para 2020?

No jornalismo existe um ditado que diz mais ou menos o seguinte: “o bom da entrevista fica nos bastidores”. Na última semana durante entrevista com Ernani Mello, o empresário e presidente da Unindústria, Walmir Badalotti, passou pelo estúdio da Rádio Cultura para bater um papo e tomar um chimarrão, e como é costumeiro, todos que passam para nos dar um abraço no estúdio são convidados a dar um bom dia aos nossos ouvintes.

Após Badalotti saudar o entrevistado, Ernani Mello, e ambos trocarem palavras de afago, recebi pelo menos três mensagens de ouvintes e lideranças políticas falando da dupla que estava no estúdio. As mensagens obviamente não eram iguais, mas convergiam para o mesmo norte, tratavam de uma eventual dobradinha de Badalotti e Mello em 2020. Ernani Mello ainda não definiu seu futuro, mas deverá se filiar ao PR. Já o empresário Walmir Badalotti é filiado ao MDB.

 

“Não quero ser apenas o candidato do MDB, mas sim, o candidato do Alto Uruguai”, diz Polis

No último dia 08 de fevereiro a microrregional do MDB reuniu filiados, simpatizantes e imprensa para anunciar o nome do ex-prefeito Paulo Polis como pré-candidato a deputado federal. No encontro estiveram presentes as principais lideranças do partido na região para referendar o nome de Polis como candidato a uma vaga no Congresso Nacional. O ex-prefeito foi o último a falar e procurou explicar aos presentes o que pretende fazer pela região, caso lhe seja outorgado pela população o mandado de deputado federal.

Polis fez questão de valorizar todos os prefeitos, secretários e vereadores presentes no evento e ao mesmo tempo incumbiu a eles a missão de trabalhar por uma candidatura não somente do MDB, mas da região Alto Uruguai. Polis foi claro no seu discurso, elencou algumas das principais demandas regionais e se comprometeu em montar uma equipe de trabalho técnica em Brasília para auxiliar os municípios e empresários da região na elaboração de projetos. A frase proferida por Polis no evento deu o tom de sua candidatura: “Não quero ser apenas o candidato do MDB, mas sim, o candidato do Alto Uruguai”.

 

As propostas de Polis

O primeiro é que ele quer ser o candidato da região Alto Uruguai e não apenas do MDB, ou seja, quer ter uma candidatura suprapartidária, e se tiver outra candidatura, com viabilidade maior que a dele, até aceita retirar seu nome como candidato. O segundo projeto é montar uma equipe técnica para atender os projetos dos prefeitos, vereadores, empresários e de instituições da região.

Polis também afirma que irá defender junto à bancada gaúcha o asfaltamento da BR 153, a Transbrasiliana, entre Erechim a Passo Fundo. Aliás, este é único trecho da rodovia que corta o Brasil, ainda sem asfalto.

Quando questionado sobre o motivo de no passado ter preferido apoiar um candidato de fora de nossa região, Polis destacou: “No início do meu mandato de prefeito apoiei o Ivar Pavan, e na segunda eleição eu vislumbrei que tinha que ter alguém em Brasília que tivesse trânsito no governo federal, para atrair investimentos para nossa cidade, e percebi que o Marco Maia era o nome. Com isso atraímos muitos investimentos para Erechim, entre eles as paralelas da BR 153, a Universidade Federal, a compra do antigo colégio das irmãs, no Três Vendas, por parte do Instituto Federal, e também conseguimos dinheiro para triplicar a sua capacidade, investimentos para habitação, o curso de medicina, além de outros recursos”.

 

 

O recado de Tortelli

Nesta semana o deputado estadual Altemir Tortelli (PT) reiterou um discurso que ele vem proferindo desde que o nome de Lucas Farina surgiu como pré-candidato a deputado estadual na região Alto Uruguai. Segundo Tortelli, que é pré-candidato a reeleição, as eleições de 2018 terão reflexos diretos nas eleições municipais de 2020 e nas entrelinhas o deputado tem mandado este recado para o presidente do partido em Erechim, Ivar Pavan, que é um dos pilares centrais da pré-candidatura de Lucas Farina a deputado estadual.

O fato é que a pré-candidatura de Farina tem deixado o deputado Tortelli claramente incomodado. Na última conversa que tive com Farina, ele reiterou que não vai abrir mão da sua candidatura. É aguardar para ver!

 

 

Som e Imagem

Por falar em bastidores, a Rádio Cultura está passando por um processo de reformulação e modernização em seu estúdio principal, localizado na esquina da Rua Marechal Rondon com a Rua São Paulo. Nos próximos dias os ouvintes da Rádio Cultura e leitores do Jornal Boa Vista poderão acompanhar os bastidores dos principais programas da emissora através das lives no facebook.

A Rádio Cultura foi a primeira emissora de Erechim a transmitir a programação da rádio através de som e imagem alguns anos atrás, e agora transmitirá lives nas redes sociais. Apesar de os ouvintes poderem acompanhar os bastidores do que acontece no estúdio da emissora através das imagens, o off das conversas de bastidores serão mantidos assim, em off.

 

 

 

Por Fabio Lazzarotto

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais