Badalotti e Ernani: uma possível dobradinha para 2020?

No jornalismo existe um ditado que diz mais ou menos o seguinte: “o bom da entrevista fica nos bastidores”. Na última semana durante entrevista com Ernani Mello, o empresário e presidente da Unindústria, Walmir Badalotti, passou pelo estúdio da Rádio Cultura para bater um papo e tomar um chimarrão, e como é costumeiro, todos que passam para nos dar um abraço no estúdio são convidados a dar um bom dia aos nossos ouvintes.

Após Badalotti saudar o entrevistado, Ernani Mello, e ambos trocarem palavras de afago, recebi pelo menos três mensagens de ouvintes e lideranças políticas falando da dupla que estava no estúdio. As mensagens obviamente não eram iguais, mas convergiam para o mesmo norte, tratavam de uma eventual dobradinha de Badalotti e Mello em 2020. Ernani Mello ainda não definiu seu futuro, mas deverá se filiar ao PR. Já o empresário Walmir Badalotti é filiado ao MDB.

 

“Não quero ser apenas o candidato do MDB, mas sim, o candidato do Alto Uruguai”, diz Polis

No último dia 08 de fevereiro a microrregional do MDB reuniu filiados, simpatizantes e imprensa para anunciar o nome do ex-prefeito Paulo Polis como pré-candidato a deputado federal. No encontro estiveram presentes as principais lideranças do partido na região para referendar o nome de Polis como candidato a uma vaga no Congresso Nacional. O ex-prefeito foi o último a falar e procurou explicar aos presentes o que pretende fazer pela região, caso lhe seja outorgado pela população o mandado de deputado federal.

Polis fez questão de valorizar todos os prefeitos, secretários e vereadores presentes no evento e ao mesmo tempo incumbiu a eles a missão de trabalhar por uma candidatura não somente do MDB, mas da região Alto Uruguai. Polis foi claro no seu discurso, elencou algumas das principais demandas regionais e se comprometeu em montar uma equipe de trabalho técnica em Brasília para auxiliar os municípios e empresários da região na elaboração de projetos. A frase proferida por Polis no evento deu o tom de sua candidatura: “Não quero ser apenas o candidato do MDB, mas sim, o candidato do Alto Uruguai”.

 

As propostas de Polis

O primeiro é que ele quer ser o candidato da região Alto Uruguai e não apenas do MDB, ou seja, quer ter uma candidatura suprapartidária, e se tiver outra candidatura, com viabilidade maior que a dele, até aceita retirar seu nome como candidato. O segundo projeto é montar uma equipe técnica para atender os projetos dos prefeitos, vereadores, empresários e de instituições da região.

Polis também afirma que irá defender junto à bancada gaúcha o asfaltamento da BR 153, a Transbrasiliana, entre Erechim a Passo Fundo. Aliás, este é único trecho da rodovia que corta o Brasil, ainda sem asfalto.

Quando questionado sobre o motivo de no passado ter preferido apoiar um candidato de fora de nossa região, Polis destacou: “No início do meu mandato de prefeito apoiei o Ivar Pavan, e na segunda eleição eu vislumbrei que tinha que ter alguém em Brasília que tivesse trânsito no governo federal, para atrair investimentos para nossa cidade, e percebi que o Marco Maia era o nome. Com isso atraímos muitos investimentos para Erechim, entre eles as paralelas da BR 153, a Universidade Federal, a compra do antigo colégio das irmãs, no Três Vendas, por parte do Instituto Federal, e também conseguimos dinheiro para triplicar a sua capacidade, investimentos para habitação, o curso de medicina, além de outros recursos”.

 

 

O recado de Tortelli

Nesta semana o deputado estadual Altemir Tortelli (PT) reiterou um discurso que ele vem proferindo desde que o nome de Lucas Farina surgiu como pré-candidato a deputado estadual na região Alto Uruguai. Segundo Tortelli, que é pré-candidato a reeleição, as eleições de 2018 terão reflexos diretos nas eleições municipais de 2020 e nas entrelinhas o deputado tem mandado este recado para o presidente do partido em Erechim, Ivar Pavan, que é um dos pilares centrais da pré-candidatura de Lucas Farina a deputado estadual.

O fato é que a pré-candidatura de Farina tem deixado o deputado Tortelli claramente incomodado. Na última conversa que tive com Farina, ele reiterou que não vai abrir mão da sua candidatura. É aguardar para ver!

 

 

Som e Imagem

Por falar em bastidores, a Rádio Cultura está passando por um processo de reformulação e modernização em seu estúdio principal, localizado na esquina da Rua Marechal Rondon com a Rua São Paulo. Nos próximos dias os ouvintes da Rádio Cultura e leitores do Jornal Boa Vista poderão acompanhar os bastidores dos principais programas da emissora através das lives no facebook.

A Rádio Cultura foi a primeira emissora de Erechim a transmitir a programação da rádio através de som e imagem alguns anos atrás, e agora transmitirá lives nas redes sociais. Apesar de os ouvintes poderem acompanhar os bastidores do que acontece no estúdio da emissora através das imagens, o off das conversas de bastidores serão mantidos assim, em off.

 

 

 

Por Fabio Lazzarotto

Comentários estão fechados.