Plano de reflorestamento da Olfar deve gerar mais de mil empregos

Conforme o Jornal Boavista e a Rádio Cultura já tinham antecipado há mais de um mês, na tarde desta quarta-feira 14, a Olfar, empresa erechinense que é uma das maiores Indústrias de produção de biodiesel derivados da soja do Brasil, fez o lançamento do maior programa de reflorestamento da história da região Norte do Estado em parceria com Embrapa e Emater.

O programa inicial deve atingir uma área de aproximadamente 5000 hectares de eucaliptos. “Este programa de reflorestamento os agricultores têm a garantia que dentro de cinco anos começam a ter retorno com venda da lenha para a termoelétrica da Olfar.O projeto inicial é de chegarmos a uma área de cultivo superior a 5 mil hectares de eucaliptos. Hoje a Olfar está consumindo uma média de 1.200 metros cúbicos de cavaco de eucalipto dia na nossa termoelétrica”, destacou o diretor presidente, José Carlos Weschenfelder.

De acordo com o coordenar o programa, Engenheiro Florestal, Roberto Ferron, este programa de reflorestamento da Olfar vai gerar mais de mil empregos diretos, entre o plantio, corte, industrialização e transporte. Sendo que em cada propriedade que tiver o reflorestamento, disponibilizaremos uma máquina para fazer a derrubada dos eucaliptos que serão transformados em cavaco para depois serem transportados até a termoelétrica da Olfar”, destacou Ferron.

Por Egidio Lazzarotto

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais