Plano de reflorestamento da Olfar deve gerar mais de mil empregos

Conforme o Jornal Boavista e a Rádio Cultura já tinham antecipado há mais de um mês, na tarde desta quarta-feira 14, a Olfar, empresa erechinense que é uma das maiores Indústrias de produção de biodiesel derivados da soja do Brasil, fez o lançamento do maior programa de reflorestamento da história da região Norte do Estado em parceria com Embrapa e Emater.

O programa inicial deve atingir uma área de aproximadamente 5000 hectares de eucaliptos. “Este programa de reflorestamento os agricultores têm a garantia que dentro de cinco anos começam a ter retorno com venda da lenha para a termoelétrica da Olfar.O projeto inicial é de chegarmos a uma área de cultivo superior a 5 mil hectares de eucaliptos. Hoje a Olfar está consumindo uma média de 1.200 metros cúbicos de cavaco de eucalipto dia na nossa termoelétrica”, destacou o diretor presidente, José Carlos Weschenfelder.

De acordo com o coordenar o programa, Engenheiro Florestal, Roberto Ferron, este programa de reflorestamento da Olfar vai gerar mais de mil empregos diretos, entre o plantio, corte, industrialização e transporte. Sendo que em cada propriedade que tiver o reflorestamento, disponibilizaremos uma máquina para fazer a derrubada dos eucaliptos que serão transformados em cavaco para depois serem transportados até a termoelétrica da Olfar”, destacou Ferron.

Por Egidio Lazzarotto

Comentários estão fechados.