Live da Medicina da URI mostra valores musicais

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

         O Curso de Medicina da URI realizou na sexta-feira, 11, às 18h30min, uma live musical, dentro do programa Green Free Spaces for Medicine. Sob a coordenação das professoras Elisabete Maria Zanin e Miriam Salete Wilk Wisniewski, a iniciativa teve como objetivo despertar a sensibilização e, desta forma, uma interação, através da música, viabilizando a socialização e a comunicação entre a comunidade acadêmica. Mas tão importante quanto a socialização, o aprendizado musical estimula áreas específicas do cérebro que promovem, entre outras coisas, o raciocínio lógico e a concentração.

         Estudos científicos têm mostrado que a musicalização e o aprendizado de um instrumento podem ajudar na assimilação de conteúdos trabalhados em disciplinas. Isto porque há estimulação de regiões do cérebro que são ativadas especialmente no estudo de matérias como matemática e línguas, que também atuam no processamento e produção de sentido e emoção da música. Além disso, o processo de interpretação musical desenvolve em certo nível a coordenação motora, concentração e raciocínio lógico, além de ser uma atividade que proporciona bem-estar, otimizando a fixação de conteúdos.

         Por isso, um grupo de acadêmicos realizou a live, no próprio estúdio da Universidade, com apresentação da banda “Quase”, com a participação de Mário César Obadovski da Rosa, Carlos Henrique Pinson Sichelero, Luiz Henrique Perszel, Vivianne Amanda do Nascimento e Eduardo Kloeckner Pires Dias. Foi um momento cultural que promoveu a integração e socialização entre os universitários de diferentes períodos do curso de Medicina.

         Esta foi a primeira apresentação da live que terá sequência com mais um grupo de alunos no próximo dia 25, também às 18h30min.

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais