Piora em indicadores da capacidade de atendimento hospitalar coloca Passo Fundo na bandeira vermelha mais uma vez

O Governo do Estado divulgou na tarde desta sexta-feira (14) a bandeira preliminar para a região de Passo Fundo e também para as demais. Passo Fundo foi colocada pela sexta semana seguida na bandeira vermelha, porém o Estado autorizou a volta do comércio não essencial e restaurantes para atendimento presencial em dias e horários específicos, o que foi acatado pelo município.

O decreto municipal, que autoriza o funcionamento destes setores, segue até domingo (16) e a prefeitura está avaliando se flexibilizará mais atividades, isso porque o Estado autorizou que, em acordo com municípios que compõe a região, sejam adotadas regras mais brandas de distanciamento, desde que não sejam inferiores às da bandeira anterior a que estejam.

Por exemplo, na bandeira vermelha podem ser adotadas medidas que integram a bandeira laranja, mas não a amarela. Para classificar a cor da bandeira regional o Estado analisou os dados relativos a última semana em nossa região, abrangendo o intervalo de 6 a 13 de agosto.

O Estado leva em conta crescimento de novos casos, número de óbitos e ocupações hospitalares. Com base em dados divulgados pela Secretaria Estadual de Saúde e do Município a Uirapuru constatou que, no intervalo de uma semana, foram 478 novos casos positivados. O número é alto, mas, ainda assim, é um pouco menor do que na última rodada de dados, que ultrapassou os 500 novos casos. Já o número de óbitos aumentou de 86 para 95, totalizando 9 mortes, o que é ligeiramente menor que no período anterior, que foi de 11 mortes.

As hospitalizações se mantiveram em níveis muito parecidos que na semana anterior, fechando em 80% na ocupação regional e tendo um pequeno aumento nos leitos clínicos de Passo Fundo, que em três dias aumentaram ligeiramente, deixando um total de 40 em UTIs específicas de coronavírus e 69 leitos clínicos nesta semana. A partir da análise desses dados o Governo do Estado decidiu que a região de Passo Fundo fica mais uma vez na bandeira vermelha.

O Estado justificou que a Região de Passo Fundo apresentou melhora na avaliação de 1 indicador que considera dados específicos da região, mantendo outro com avaliação de risco máxima (bandeira preta).

Mesmo com a melhora em dois indicadores de Velocidade de Propagação da Macrorregião Norte, a piora nos dois indicadores de Mudança da Capacidade de Atendimento, macrorregional e estadual, elevaram a média final, mantendo-a dentro dos parâmetros que determinam a bandeira final na cor Vermelha.    

Fonte: Rádio Uirapuru
  

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais