Dnit atende pedido do deputado Paparico sobre conservação da Transbrasiliana

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes informa que trecho entre Erechim e Passo Fundo será restaurado assim que as condições climáticas forem estabilizadas

O deputado Paparico Bacchi (PL), recebeu resposta sobre o seu pedido de manutenção e reparos na Transbrasiliana – BR 153. Em ofício assinado pelo engenheiro Delmar Pellegrini Filho, a superintendência regional do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes, reconhece que a rodovia federal foi castigada pelas chuvas do último período e anuncia que uma empresa terceirizada trabalha na recuperação de pontos críticos para garantir condições de trafegabilidade no trecho de 68,4 quilômetros entre os municípios de Erechim e Passo Fundo.

No início da semana, Paparico Bacchi atendeu solicitação de agricultores e usuários da rodovia federal. Em dossiê anexado ao requerimento protocolado na segunda-feira (13) o parlamentar apresentou flagrantes de caminhões de cargas atolados em diversos pontos danificados pela chuva.

O Dnit informa que a precipitação acumulada no último período foi de 287,8 milímetros, fator que contribuiu para a formação de atoleiros único trecho não pavimentado da rodovia que corta o Brasil.

“Especificamente, esse segmento da rodovia é coberto por um contrato de conservação, no qual são realizadas intervenções rotineiras, corretivas e de emergência. Atualmente, dado os acontecimentos em função das chuvas, os trabalhos estão concentrados nos pontos mais críticos, afim de garantir a trafegabilidade da via. Assim que as condições forem estabilizadas, está programada a realizando da manutenção em todo o trecho”, informa o Dnit por meio de ofício endereçado ao deputado Paparico Bacchi.

 

Get real time updates directly on you device, subscribe now.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais