Cães trazem alegria e descontração na conclusão de estágio em Fisioterapia da URI

O último de dia de estágio curricular em Reabilitação Cardiopulmonar, do Curso de Fisioterapia da URI, foi marcado pela presença dos cães do Projeto Super Patas, de Erechim. A atividade foi proporcionada pelos acadêmicos em parceria com esta organização e proporcionou um momento de alegria e descontração para os pacientes que frequentam o programa de reabilitação pulmonar, cardiovascular e renal.

A atividade contou com a presença dos tutores dos animais e da fisioterapeuta Caroline Lavratti, a qual disponibilizou a visita do projeto para um momento de descontração dos pacientes. Foi uma oportunidade de levar um pouco de amor, ternura e aconchego às pessoas assistidas semanalmente pela fisioterapia da universidade.

O contato com animais pode trazer muitos benefícios e quebrar barreiras que, muitas vezes, o profissional da saúde tem com o paciente. Foi possível perceber a alegria e o prazer das pessoas naqueles poucos minutos de atividade que estiveram juntos aos cães terapeutas.

Além dessas visitas, explica a fisioterapeuta Caroline, o Grupo Super Patas atende em outros locais como o CAOL, Aquarela (autistas), COC, ADEVE e Centro Hospitalar Santa Mônica, de forma quinzenal, e também faz atendimentos individualizados para reabilitação na Clínica Sculptor com sessões semanais.

De acordo com a professora Ana Lucia Morsch e o preceptor de estágio Diogo Tápia (supervisores do estágio curricular), os alunos são sempre estimulados e desafiados a encerrar o estágio com dinâmicas motivadoras, prazerosas, que aumentem o nível de atividade física e que possa ser extrapolado para a vida diária de cada paciente.

Comentários estão fechados.