A única competição do colorado e os grandes jogos do Grêmio

Grêmio

O segundo semestre gremista reserva grandes jogos e a possibilidade de novas conquistas para o time de Renato Portaluppi. A direção foi ao mercado buscar Marinho, um rompedor de defesas, que chega cercado de expectativas para suprir, ou melhor, dividir com Everton a função de driblador no ataque tricolor. A saída de Arthur neste meio de temporada fez a direção reintegrar Jailson ao grupo. A grande pergunta pelos lados do Humaitá é: quem será o substituto de Arthur? No início da temporada, quando o atual jogador do Barcelona ainda estava se recuperando de lesão, Maicon e Jailson deram boa resposta em um dos melhores Grêmios da temporada. Outra expectativa, esta deste colunista, é quanto à forma que Renato pretende utilizar os seus centroavantes. A chegada de Marinho me parece reiterar a convicção tática de Portaluppi. No entanto, alguém será sacrificado, e neste caso serão os centroavantes.

Inter

O campeonato brasileiro é a única competição que o colorado terá até o final da temporada 2018. A campanha nas 12 primeiras rodadas do certame nacional é melhor do que o torcedor imaginava. A parada para a Copa do Mundo pode obstruir uma sequência de grandes resultados que o clube acumulou até então no brasileiro. O título é algo ainda muito distante, mas imaginar uma vaga na libertadores não é nenhuma utopia. Na média, o grupo do Inter é inferior a pelo menos três equipes, de resto, os times são muito parecidos. Se D’Alessandro voltar a jogar próximo do seu ideal, o torcedor colorado pode projetar sim uma boa campanha no brasileiro.

Por Fabio Lazzarotto

 

Comentários estão fechados.