Deputado Paparico Bacchi reivindica pagamento de R$ 2,3 milhões para o Hospital Santa Terezinha

Líder da bancada do Partido Liberal apresentou pedido em audiência com o governador Eduardo leite

O deputado Paparico Bacchi reivindica o pagamento imediato de aproximadamente R$ 2,3 milhões para a Fundação Hospitalar Santa Terezinha de Erechim. A demanda foi apresentada em recente audiência do líder da bancada do Partido Liberal na Assembleia Legislativa com o governador Eduardo Leite. No encontro que ocorreu no Palácio Piratini o líder da bancada do Partido Liberal reforçou a necessidade de liberação do faturamento da produção excedente aos limites do contrato com o Estado; pagamento do saldo devedor referente aos serviços da alta complexidade prestados e aprovados no mês de março; repasse de R$ 1,4 milhão destinados ao custeio de dez leitos de tratamento intensivo, além da liberação, sem restrições, de R$ 2,1 milhões de emendas parlamentares

Repactuação urgente

A repactuação urgente do contrato que estabelece as diretrizes para o atendimento aos usuários do Serviço Único de Saúde, também foi solicitado ao governador. Paparico Bacchi reiterou a Eduardo Leite a necessidade do Estado rever os valores contratados pelo Estado com o hospital referência em saúde para aproximadamente 600 mil pessoas das regiões do Alto Uruguai, Médio Alto Uruguai e Nordeste do Rio Grande do Sul.

“O contrato atual de aproximadamente R$ 5 milhões, é insuficiente para cobrir os custos do atendimento, venceu no mês de março e está prorrogado até o mês de setembro. A remuneração justa prevê a necessidade de um novo contrato com valores de aproximadamente R$ 8 milhões”, ressalta o deputado Paparico Bacchi.

O parlamentar reiterou ao governador que o pagamento dos valores pendentes e a repactuação do contrato são demandas urgentes que precisam de solução para fortalecer a saúde pública na região Norte do Rio Grande do Sul.

Tratamento igualitário

No diálogo com o governador o deputado Paparico Bacchi defendeu ainda, tratamento igualitário na distribuição de recursos para os hospitais gaúchos. O parlamentar recordou o recente repasse de R$ 224 milhões do Ministério da Saúde, que beneficiou 235 hospitais filantrópicos do Estado e defendeu a criação de mecanismos legais para também contemplar os hospitais públicos.

“Os hospitais públicos, assim como o Santa Terezinha de Erechim, desempenham papel estratégico no Sistema Único de Saúde. Sou favorável aos valores destinados aos hospitais filantrópicos, que também são indispensáveis em muitas comunidades. Desta forma, é preciso seguir a mesma lógica quando o assunto é repasses para fortalecer o atendimento nestas instituições de saúde”, finaliza Paparico Bacchi.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais