Diplomados em Engenharia Civil da URI são aprovados no mestrado

        Quatro diplomados do Curso de Engenharia Civil da  URI Erechim acabam de ser aprovados em processos seletivos de mestrado.

        Francine Padilha obteve aprovação em três programas de Pós-Graduação: Engenharia Civil: Construção e Infraestrutura, na Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) na área de Tecnologia dos Materiais e Sistemas Construtivos; na Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), de Curitiba, na linha de Pesquisa de Estruturas, Materiais e Geotecnia; e na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) na área de Construção Civil.

        Já Alessandra Zaleski também foi aprovada em três programas de Pós-Graduação: Engenharia Civil da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, Câmpus de Pato Branco (UTFPR), na área de Materiais e Engenharia de Estruturas; na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) na área de Construção Civil; e na Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS) na área de Gerenciamento de Resíduos.

        Enquanto isso, Giovani Bruschi e Vinícius Tochetto foram aprovados no Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, nas áreas de Geotecnia e Estruturas, respectivamente.

        Para Francine, “a dedicação aos estudos, bem como o desenvolvimento de projetos de iniciação científica, participação em congressos e publicações de artigos científicos foram de suma importância para que eu obtivesse essas aprovações. Destaco ainda, o meu reconhecimento ao curso de Engenharia Civil e à Universidade pelas oportunidades e infraestrutura disponibilizadas para a realização de pesquisas que enriqueceram a minha formação, juntamente com os conhecimentos transmitidos pelos professores e principalmente pela contribuição e ensinamentos repassados pela minha orientadora, Cristina Vitorino da Silva”.

        Giovani Bruschi igualmente reconheceu o período de formação acadêmica: “Agradeço imensamente aos professores e amigos que me acompanharam durante essa jornada, aos programas e infraestrutura oferecidos pela Universidade e, também, a oportunidade da bolsa de iniciação científica (CNPq) que alavancou o interesse pela área acadêmica bem como concedeu a capacitação necessária para a seleção”.

        Para a coordenadora do Curso, professora Cristina Vitorino da Silva, “o empenho dos alunos, aliado ao trabalho desenvolvido pelo corpo docente e as excelentes condições que a URI proporciona para o desenvolvimento de trabalhos de pesquisa, foi determinante para que essas aprovações em programas de mestrado de reconhecimento internacional tenham ocorrido. Durante o curso, os acadêmicos puderam participar de projetos de pesquisa financiados pela universidade que, além de proporcionar a aprendizagem de conhecimentos específicos e a construção de um bom currículo, despertaram o interesse profissional para a área acadêmica”.

Comentários estão fechados.