HC alerta para a importância da prevenção no Dia Mundial do Diabetes

Data é comemorada em 14 de novembro

Para alertar as pessoas quanto ao controle e prevenção do diabetes tipo 2 – único tipo evitável da doença –, é celebrado, no dia 14 de novembro, o Dia Mundial do Diabetes. Instituído em 1991, pela IDF (Federação Internacional de Diabetes), em conjunto com a OMS (Organização Mundial da Saúde), foi uma resposta às preocupações sobre os crescentes números de diagnósticos no mundo.

A data tornou-se oficial em 2007, por proposição da ONU (Organização das Nações Unidas). O dia 14 de novembro foi escolhido por marcar o aniversário de Frederick Banting que, junto com Charles Best, concebeu a ideia que levou à descoberta da insulina, em 1921.

Para marcar a data, o Hospital de Caridade de Erechim chama a atenção para a importância da prevenção. Conhecida por Diabetes Mellitus, é uma doença crônica caracterizada pela ausência absoluta ou relativa de insulina no organismo. A insulina é um hormônio produzido pelo pâncreas, responsável por carrear o açúcar no sangue. Sem ela, o corpo sofre com a alteração do metabolismo de açúcares, gorduras e proteínas.

Existem dois tipos de Diabetes: Tipo I – manifesta-se durante a infância ou adolescência. Neste caso, o pâncreas para de produzir insulina, e o portador precisa de sua reposição durante toda a vida; Tipo II – tem início na vida adulta. Neste tipo, o pâncreas produz insulina, mas o organismo apresenta resistência à sua ação. Na maioria dos casos do tipo II, o portador é tratado com medicamentos por via oral. Já o Diabetes Gestacional só aparece durante a gravidez, quando a mulher produz uma série de hormônios que aumentam os níveis de glicose no sangue.

Entre os sintomas, que são iguais nos dois tipos, estão sede em excesso e necessidade de urinar frequentemente, perda de peso, cansaço ou fraqueza, tremores e desmaios, visão embaçada e fome repentina ou em excesso. O tratamento no Tipo II é geralmente baseado em medicamentos que controlam os níveis de açúcar no sangue e adoção de hábitos saudáveis. No Tipo I, além de hábitos saudáveis, na maioria dos casos é necessária a reposição diária de insulina, fabricada em laboratório.

DICAS DE ALIMENTAÇÃO E HÁBITOS SAUDÁVEIS PARA DIABÉTICOS

1. Distribua os alimentos em cinco ou seis refeições;

2. Estabeleça horário para as refeições;

3. Evite os açúcares;

4. Diminua o consumo de gordura;

5. Evite os alimentos salgados, pois eles podem aumentar a pressão arterial;

6. Prefira alimentos ricos em fibras (frutas, verdura, feijão, arroz integral, pão integral, aveia em flocos etc);

7. Consuma variados tipos de frutas e verduras: use sempre os de cor intensa, como os verde-escuros e amarelos;

8. Evite bebida alcoólica;

9. Beba água: 8 a 10 copos por dia;

10. Pratique exercícios físicos.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você esteja bem com isso, mas você pode optar por não participar, se desejar. ACEITO Leia mais