CEREST/AU palestra junto a UNIMED sobre biossegurança e prevenção de acidentes

Nesta quinta, 13, a enfermeira Sandra Busatta esteve representando o CEREST/AU na SIPAT da UNIMED Erechim, oportunidade em que falou sobre sobre a biossegurança, prevenção de acidentes com material biológico e perfurocortante.

Em sua manifestação, destacou que o acidente de trabalho com material biológico potencialmente contaminado entre trabalhadores de serviços de saúde ainda é frequente, e pode acarretar sérias consequências de ordem física e psicossocial à vítima, à família e também às instituições de saúde, pois aumenta os índices de absenteísmo e consequentes prejuízos financeiros.

“Práticas mais seguras devem ser estimuladas no processo de trabalho, com ênfase na promoção à saúde e prevenção desses agravos. Os trabalhadores devem saber identificar os riscos intrínsecos de cada procedimento, assim como as medidas de proteção para diminuir ou evitar à exposição ocupacional”, pontuou.

Segundo ela, as principais medidas de prevenção incluem a lavagem das mãos, o uso de equipamento de proteção individual (EPI) – a exemplo das luvas, aventais, óculos e máscaras de proteção, práticas de injeção seguras, manipulação segura dos equipamentos ou superfícies no ambiente, etiqueta de tosse/espirro e imunização.

Também ressaltou ainda sobre a importância de se fazer a notificação desse tipo de acidente no SINAN e realizar a CAT. “A não emissão da Comunicação do Acidente de Trabalho (CAT) e do preenchimento correto do SINAN logo após a ocorrência do acidente de trabalho produz informações não verídicas e incompatíveis com a realidade nos relatórios oficiais”, finalizou.

Comentários estão fechados.