Saída do secretário Dércio Nonemacher

A saída do secretário da Saúde, Dércio Nonemacher não me causou nenhuma surpresa. Esta mudança já era esperada desde novembro de 2017, quando o Fábio trouxe em sua coluna tal informação, que na época, em nenhum momento foi negada pelo palácio municipal. Até as corruíras que se abrigam debaixo do telhado da Secretaria da Saúde sabiam que era uma questão de tempo para que o mesmo deixasse o cargo.

Por várias vezes questionei Dércio sobre porque ele continuava à frente de uma secretaria que mais desgasta do que traz reconhecimento por parte da população. Ao longo do tempo em que ocupou o cargo, várias pessoas, dentro e fora do governo Schmidt, não concordava com a política adotada por Nonemacher. E até hoje eu e parte da sociedade erechinense não conseguiu entender porque ele aceitou assumir o cargo, já que é sócio e fundador do Hospital Santa Mônica e também proprietário de postos de combustíveis, além de exercer a profissão de médico.

 

Egidio Lazzarotto

Comentários estão fechados.