Galo começa cantando alto na Liga Nacional de Futsal

O Atlântico iniciou a Liga Nacional de Futsal 2018 de forma avassaladora. Em três jogos são 24 gols marcados e a vice-liderança do certame nacional. É bem verdade que as partidas foram em casa e contra adversários tecnicamente inferiores, no entanto, em 2017, por exemplo, o verde-rubro sucumbiu em várias disputas contra adversários de menor qualidade técnica. Fazia algum tempo que o Atlântico não iniciava uma Liga Nacional tão bem. O torcedor verde rubro tem todos os motivos para ficar esperançoso com a possibilidade de conquistar o tão sonhado e cobiçado título nacional.

O time comandado por Giba ainda não está na ponta dos cascos, mas mesmo assim é possível perceber um crescimento coletivo e individual nos últimos jogos. Além de jogadores cascudos que fizeram parte do grupo passado e os reforços de peso que chegaram, alguns atletas que não tinham tanta visibilidade começam se destacar, como é o caso do ala Selbach e do fixo Allan. Em temporadas passadas a avaliação era de que o verde-rubro possuía um bom time, mas faltava um grupo de qualidade. Neste início de ano já é possível perceber a qualidade do grupo e o quão importante foi mudar o quarteto e manter o nível técnico.

Na próxima terça-feira, 17 de abril, às 20h15min, o Atlântico inicia sua série de jogos fora de casa, contra o Corinthians, no ginásio do Parque São Jorge, em São Paulo. O jogo será válido pela quarta rodada da Liga Nacional de Futsal. O timão é sempre um dos favoritos ao título da Liga, por isso, a partida será extremamente complicada para o Galo. Um empate fora de casa contra um adversário direto pode ser considerado um bom resultado. O Atlântico não está impedido de vencer o Corinthians, mas um eventual empate pode ser comemorado.

O time paulista perdeu alguns jogadores importantes ao final da temporada passada, mas ainda conta com muita qualidade no grupo. Além do melhor goleiro brasileiro, Guitta, o time comandado por André Bié conta com Nenê, Daniel, Douglas, Murilo, Renatinho, Douglas Nunes e o veterano Vander Carioca. Jogar contra o Corinthians no Parque São Jorge nunca é fácil, mas com a qualidade do grupo verde-rubro, é possível projetar um excelente jogo e quiçá uma grande vitória que poderá culminar com a liderança na Liga Nacional.

 

Cleber

O lance da lesão do ala Cleber, mostrado para todo Brasil através do canal SPORTV, foi uma das imagens mais tristes e impactantes registradas em jogos do Atlântico no Caldeirão do Galo. Além da grave lesão que deverá tirar das quadras por um longo período, Cleber tem sua ascensão abreviada neste início de ano. O jovem ala contratado junto ao América de Tapera vinha sendo destaque nas partidas em que entrara. Em recente entrevista para o programa BV Esportes, da Rádio Cultura, o capitão e líder do grupo, Keké, sugeriu que a direção do Atlântico ampliasse o contrato desde jogador, ou seja, tem muito potencial.

 

Saudade do Caldeirão

O torcedor verde-rubro ficará um mês sem assistir aos jogos do time no Caldeirão do Galo, em Erechim. Nas próximas três rodadas da Liga Nacional, o Atlântico jogará longe de sua casa contra Corinthians e São José. O próximo compromisso será somente no dia 05 de maio, contra a Assoeva. Será mais um reencontro dos últimos dois finalistas da Liga Gaúcha de Futsal. A boa notícia é que a partida contra o Corinthians terá transmissão pela internet através da TV da Liga.

 

Fabio Lazzarotto

Comentários estão fechados.