”Decidimos manter a bandeira vermelha em Erechim por precaução”, diz prefeito Paulo Polis

A Prefeitura de Erechim faz um alerta sobre a prevenção e combate à Covid-19. Conforme o prefeito, Paulo Polis a situação da Covid ainda é muito preocupante e é fundamental que todos sigam as determinações de combate e prevenção à doença, como uso de máscara, distanciamento e uso de álcool em gel.

“Esta semana decidimos manter a bandeira vermelha em Erechim por precaução e para que tenhamos a dimensão do cuidado que devemos ter. Estamos levando em conta as considerações e indicadores avaliados do Comitê Regional de Atenção ao Coronavírus/Amau, que orientou o acolhimento da deliberação do Estado – BANDEIRA VERMELHA – para o período da 0h do dia 16/02/2021 até às 24h do dia 22/02/2021”, afirmou o prefeito.

“Apesar de estarmos realizando a imunização das pessoas, as doses de vacina contra a Covid ainda são poucas. Além disso, é imprescindível reforçarmos os cuidados visto que, estamos vivenciando situações de extrema preocupação com municípios vizinhos como Nonoai, Passo Fundo e Chapecó. Este último, em especial realizou na manhã deste domingo (14) uma transmissão para alertar a população sobre a gravidade da situação dos hospitais e ambulatórios”, alertou Polis.

Durante a transmissão foi confirmado que dos 53 testes realizados hoje, 73% deram positivo para a Covid-19. Segundo a Prefeitura de Chapecó, pelo nível de contaminação e por estar atingindo pessoas mais jovens há uma suspeita de variante da Covid-19, embora isso não tenha sido confirmado ainda.

Em Nonoai a Prefeitura decretou bandeira preta para reforçar ainda mais as medidas de combate ao coronavírus. A cidade está classificada em bandeira vermelha pelo distanciamento controlado, mas resolveu adotar a bandeira preta para tentar frear o avanço da doença. O Hospital Comunitário de Nonoai está com 100% da ocupação dos leitos clínicos.

Já em Passo Fundo, a Prefeitura divulgou novos dados dos casos de Covid-19 no município, na tarde deste domingo (14). Não foram registradas novas mortes nas últimas horas; o número de óbitos continua em 268. No entanto, aumentaram os casos ativos para 781.

As mortes pelo coronavírus ao longo da pandemia no Brasil aproximam-se da marca de 240 mil. Em 24 horas, as autoridades de saúde notificaram 713 novos óbitos, totalizando 239.245. “Esse é um cenário de guerra, não podemos baixar a guarda. A situação é grave. Temos que seguir nos cuidando e cuidando do próximo. Apesar da vacina ter trazido esperança, ela não é a cura. São muitas as vítimas da doença, lembrando que o Estado do Rio Grande do Sul está entre os com mais mortes, totalizando 11.739”, frisa o prefeito.

Vale lembrar que a Secretaria de Saúde de Erechim confirmou na sexta-feira (12), mais uma morte de um morador do município em decorrência da Covid-19. Este é o 73° caso desde o início da pandemia e o 5º somente nesta semana. Acréscimo também no número de novos casos em 24h. Na sexta-feira foram 35 novas confirmações, elevando para 121 os casos ativos.

Assessoria de Comunicação Prefeitura Municipal de Erechim